Jayalalithaa – A mãe de todos

Como prometido no post anterior, hoje contaremos um pouco sobre a trajetória desta grande atriz do cinema indiano que entrou para a política e tornou-se um ícone no estado de Tamil Nadu, no sul da Índia.

Jayalalithaa nasceu em 1948, no estado de Karnataka, no sul da Índia, com o nome de Komalavalli. Apesar de nascida em Karnataka, pertencia a uma família Tamilian Brahmin Iyengar. Não vou entrar na parte de explicação sobre as castas, mas no sul da Índia, sobretudo, os Brahmin ainda tem uma posição bastante de destaque na sociedade e, mesmo existindo várias subcastas dentro dos Brahmins, os Iyengar, hoje, são mal vistos, pois por séculos, oprimiram as castas mais baixas. Mas ainda assim, eles carregam um grande orgulho e empáfia por fazerem parte desta casta considerada tão “pura”. Esta foi uma simplória explicação apenas para situá-los em relação a casta de Jayalalithaa e sua família.

O nome Jayalalithaa foi criado quando ela tinha um ano, para que fosse usado quando começasse a ir à escola e teve origem em duas das vilas onde sua família residiu: A Jaya Villa e a Lalithaa Vila. Jayalalithaa sempre foi uma excelente aluna, ganhando até uma bolsa de estudos do governo, chegando a ingressar no Stella Maris College, em Chennai. A esta altura, Jaya já morava em Chennai, capital do estado de Tamil Nadu e, devido a insistência da mãe para que se tornasse atriz de cinema, Jaya acabou largando os estudos. Porém, isso não impediu que ela fosse uma leitora assídua. Dizem que Jaya possuía uma coleção de milhares de livros e que já tinha lido quase todos eles. Além disso, Jaya também era fluente em diversas línguas, como tamil, kannada, malayalam, telugu, hindi e inglês.

Jaya quando criança

Como vocês já imaginam, Jayalalithaa acabou ingressando no mundo do cinema e logo fez par com uma das maiores lendas da telona da época: MGR. MGR é a abreviação de Maruthur Gopala Ramachandran. A química dos dois nas telas deixava o público louco e, esta química acabou passando da tela do cinema para a vida real. MGR e Jayalalithaa começaram um romance, como toda a Índia sabe, mas o romance acabou encontrando um grande obstáculo: o próprio MGR, que era casado e nunca havia contado para Jaya. Ainda assim, após idas e vindas, o romance continuou e para Jaya, MGR sempre foi mais que um amante. Ele o tinha como uma espécie de semideus, talvez por já ser uma lenda viva quando se conheceram ou talvez, pela grande diferença de idade entre ambos.

MGR, acaba abandonando as telas do cinema e entrando para a política, fato que o fez realmente próximo de uma divindade para os indianos. Anos depois, os dois se reencontram e Jaya acaba aceitando o convite de MGR para entrar para a política. Ela era seu braço direito e enfrentou muito preconceito por ser mulher em um gabinete puramente masculino.

The life and times of J Jayalalithaa

Porém, ela estava obstinada em cumprir todos os propósitos impostos a ela e assim o fez. Infelizmente, MGR, já com idade avançada, acaba falecendo e Jaya, se vê sem o seu grande amor e mentor. O partido de MGR, o AIADMK (All India Anna Dravida Munnetra Kazhagam), chutou Jayalalithaa de cena e decidiu que a esposa de MGR deveria substituí-lo na política. V. N. Janaki, sua esposa, também uma ex-atriz e sua terceira esposa (as duas primeiras faleceram devido a problemas de saúde), acabou assumindo o papel de governadora do estado de Tamil Nadu, mas governou apenas por 24 dias. Em 1989, Jaya sofre um ataque por parte de seus opositores durante uma assembléia e sai de lá com o saree todo rasgado, como Drapaudi em Mahabharata. Aliás, é exatamente com esta cena que o filme começa. Neste dia, ela jurou que só entraria ali novamente como governadora. Anos depois, Jayalalithaa volta à cena e finalmente torna-se a governadora de Tamil Nadu, governando por seis mandatos e sendo amada pelo povo, recebendo o apelido de Amma (mãe).

Em setembro de 2016, Jaya é internada no famoso Apolo Hospital, em Chennai devido a uma infecção e profunda desidratação. Após muitos dias de hospitalização e muita repercussão em torno do seu real estado de saúde, no dia 5 de dezembro do mesmo ano, ela sofre uma parada cardíaca e deixa seus seguidores e admiradores para sempre.

Na época, eu morava na Índia e lembro que muito se falava do seu verdade estado de saúde. Havia boatos de que ela já havia falecido há muito mais tempo, mas para não alarmar o povo e evitar até suicídios coletivos por parte dos mais fanáticos, eles foram enrolando até anunciarem que ela havia sofrido um infarto e respirava com a ajuda de aparelhos. E, no dia seguinte, finalmente, anunciaram que ela havia falecido. Nesta época, outras teorias apareceram, sobretudo uma que dizia que ela havia sido envenenada a mando da sua principal oponente.

Seja lá qual for a verdade, Jayalalithaa é, até hoje, uma figura amada e admirada sobretudo pelo povo de Tamil Nadu, chegando ao status de uma quase santa. Estive em Chennai diversas vezes e, em uma delas, visitei seu memorial. Ela está ali, junto com seu amado MGR. Deixo o vídeo aqui para quem quiser assistir. A parte do memorial está mais para o final do vídeo.

Então…até a próxima!

Juliana

Publicado por Banjara Soul

Este blog é para compartilhar um pouco das estórias e memórias que acumulei ao longo destes 12 anos neste incrível continente chamado Ásia. Hoje, de volta ao Brasil, mas com a Ásia no coração.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Saiba como seus dados em comentários são processados.

%d blogueiros gostam disto: