Enxoval na Índia x Brasil – Parte 2

No último post, comecei a escrever sobre as diferenças entre o enxoval na Índia e no Brasil. Comentei sobre carrinho de bebê, banheira e outros itens, os quais consideramos essenciais aqui no Brasil, mas que na Índia, não o são. Mas, fiquei devendo para vocês, um outro item do enxoval que é bem polêmico, também: a fralda.

Antes que vocês me perguntem….tem, tem fralda na Índia, sim. Não se preocupem, caso tenham seu bebê em terras indianas. Porém, o uso da fralda varia muito de uma família para a outra. Mas, tem muitas, mas muitas famílias indianas que conheço, que só usam fralda em seus filhos quando vão sair. E, eu pretendo fazer parte deste time. Explique melhor, Juliana. Bem, há duas opções: 1. Usar fralda de pano, que nem usávamos antigamente. 2. Não usar nada em casa e deixar a criança fazer xixi ou cocô à vontade.

Sim, agora choquei, eu sei. Quando fui visitar minha sobrinha em 2018 e ela ainda era tinha 4 ou 5 meses, também fiquei chocada como vocês, porque ela não usava fralda. Nem descartável e nem de pano. Então, vejamos como funciona: quando a criança quer fazer xixi, ela simplesmente faz. Seja onde for. Na cama, no sofá, na rede ou….no colo de quem estiver com ela. Você sente algo quentinho e, quando vai ver, é o xixi do bebê. Haja roupa pra lavar. Imediatamente, alguém avisa do xixi e a mãe vem trocar o shortinho ou calça dela. Simples assim. Tudo vai pra máquina de lavar. E, quem não tem máquina de lavar, junta tudo e lava depois no tanque, no rio ou onde der. Mas, e o famigerado número 2? Bem, quando o bebê ainda é recém-nascido, o cocô segue o mesmo esquema do xixi: vai fazendo e a mãe vai trocando a roupinha dele. Mas, depois de alguns meses, quando a mãe percebe os sinais que o bebê dá antes de evacuar, ela muito espertamente, corre com ele para o vaso (que é no chão), para a pia do banheiro ou para um pinico. Chocou de novo?

Pois maior choque foi o meu, de saber, que hoje, tem várias mães tentando fazer o mesmo aqui no Brasil com seus bebês. É o que aqui o pessoal tá chamando de higiene natural. Vou até deixar um vídeo aqui para vocês conhecerem mais sobre o assunto caso não tenham ouvido falar ainda. Quando os ocidentais começam com algo, vira moda, mas esta moda já existe desde que o mundo é mundo e, na Índia, nunca saiu de moda.

Quando eu trabalhava de intérprete nos hospitais e clínicas da Índia, muitas vezes atendi mães japonesas que tinham marcado consulta com o pediatra porque seus bebês estavam com uma horrível alergia nas partes baixas e arredores. Chegando no consultório, o médico geralmente já dizia: “Isso aí é por causa da fralda. Se possível, não use a fralda. Use apenas para sair.” As mães japonesas também ficavam meio chocadas, tentando entender como não usar fraldas seria possível. Pensando bem, meus sobrinhos também nunca tiveram alergia deste tipo, justamente porque só usavam fralda para sair.

Outra vantagem se não usar a fralda, é que não se passa por aquele drama que muitas mães aqui passam que é o tal do desfralde. Se nunca usou fralda, exceto para sair, não há necessidade de desfralde. Depois de um tempo, eles começam a usar o troninho ou já usam direto o banheiro indiano, com a ajuda de um adulto, de preferência, para não caírem no buraco. (rs)

E você, Juliana? O que pretende fazer? Bom, ainda tá cedo para dizer. Quero muito tentar o método indiano e só usar fralda para sair. Mas, vai depender do meu ritmo de trabalho ao passar dos meses e toda a adaptação à esta nova rotina. Já comprei várias fraldas ecológicas, as quais acho muito interessante, mas pode ser que também não me adapte a elas e que no final, tenha que recorrer à fralda descartável. Por isso, não estou colocando esta pressão em mim mesma. Vamos ver o que se adapta melhor à nossa rotina. Depois, eu conto pra vocês.

E, deixo um vídeo aqui, muito interessante, onde uma mãe indiana mostra como usar fraldas de pano e, como vários tecidos podem ser usados para tal fim. O vídeo está em inglês.

por Banjara Soul

Publicado por Banjara Soul

Este blog é para compartilhar um pouco das estórias e memórias que acumulei ao longo destes 12 anos neste incrível continente chamado Ásia. Hoje, de volta ao Brasil, mas com a Ásia no coração.

2 comentários em “Enxoval na Índia x Brasil – Parte 2

  1. Minha ex-sogra é pernambucana e lá, por ser muito quente, a fralda é tirada o mais cedo possível. Quando voltei da licença maternidade, meu filho que estava com 7 meses, ficava com ela, pois morávamos no mesmo prédio. Ela o colocava no peniquinho sempre que começava a espremer-se para fazer o número 2 e associou um som a isto. Com o tempo, ele passou a emitir o som também quando ia fazer xixi, pois percebeu que a recompensa era ficar sem a fralda, que ele não gostava. Com um ano, já não usava mais fralda. Acho um absurdo mães que deixam os filhos com fralda até três anos de idade. É um período trabalhoso, porém, quanto mais rápido se passa por ele, melhor para quem cuida do bebê e para o próprio. Meu filho nunca teve assaduras e alergias.

    Curtir

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Saiba como seus dados em comentários são processados.

%d blogueiros gostam disto: