Luto na gravidez

Tem vezes que a vida nos prega cada peça, que demoramos a perceber que não estamos fazendo parte de um filme ou uma novela. Foi exatamente o que aconteceu este mês. O que eu mais temia, aconteceu: minha mãe faleceu. Na verdade, eu nem estava temendo neste momento, pois tinha certeza de que ela se recuperaria e voltaria para casa, como das outras vezes. Isso me parecia tão óbvio, já que ela era a pessoa mais empolgada com a chegada do Benjamin, seu netinho.

Mas, de repente, tudo mudou e o luto chegou. Ainda é muito difícil entender como tudo aconteceu. Mais difícil é aceitar que ela não conseguiu viver mais dois meses para segurar o tão esperado netinho. Tentamos achar explicação diante do inexplicável. Uma dor, um vazio profundo, que só mesmo o tempo poderá apaziguar.

O luto em si é algo terrível sim, mais terrível ainda, quando você precisa estar bem e sem estresse, pois tem uma vida dentro de si, que depende 100% de você. Uma vida que ainda nem chegou ao mundo, mas a qual você sente várias vezes ao dia, quando ela mexe em sua barriga e anuncia a sua chegada em breve. Neste momento, é que vem uma força sobrenatural e que nos impulsiona. É a força da vida, dando lugar à força da morte.

Como a maioria dos nossos leitores sabe, eu larguei tudo o que eu tinha na Índia justamente para evitar que o dia que minha mãe falecesse, eu não pudesse estar aqui. Eu não ia conseguir dar conta de algo assim. Sendo assim, com o apoio do marido, nos mudamos de mala e cuia no ano passado, deixando para trás dois grandes empregos, dois grandes salários, sonhos, família….Mas sabem o que é mais impressionante? É que se eu não tivesse vindo ano passado, o que eu mais temia, que era a partida dela sem eu nem ter tempo de me despedir, teria acontecido, já que ainda estamos no meio de uma pandemia e não há vôos da Índia para o Brasil. Realmente, Deus sabe de todas as coisas. Talvez ele soubesse que o que eu mais temia, não era a partida dela em si, mas o fato de não poder me despedir.

Despedidas feitas, agora eu e meu marido, ainda sem chão, estamos tentando descobrir como dar um rumo à nossa vida. Voltar para a Índia sempre esteve nos meus planos, mas na atual conjuntura, sem vôos e no meio de uma pandemia, fica inviável. Por isso, vamos dar tempo ao tempo. Afinal, ele é o senhor da razão. Motivos para ficar no Brasil? Realmente não tenho, já que minha maior motivação agora já não existe mais. Porém, a partida dela me deixou uma série de pendências as quais eu preciso resolver antes de pensar em sair daqui. Por isso, mais uma vez, vamos recorrer ao tempo, que sempre nos mostra o caminho. Assim como fomos rápidos em entender a mensagem do universo de que era para nos mudarmos para cá, também vamos aguardar ele nos mostrar a próxima porta.

Enquanto o universo trabalha em sua imensa sabedoria, aguardamos a chegada do bebê. E, com ela, a esperança de novos tempos e, claro, de dias melhores.

E, com este post, eu enterro o meu luto. De agora em diante, quero voltar a escrever sobre a Ásia, minha grande paixão, sobretudo sobre a Índia, país que eu amo de coração e onde ainda almejo viver até o fim dos meus dias. O canal do Youtube, eu sei que anda meio parado, mas em breve também penso em voltar. Quem sabe, para apresentar o Benjamin, não é mesmo?

No mais, deixo aqui o meu mais sincero agradecimento a todos os queridos amigos que deixaram suas carinhosas mensagens para nós. Saibam que cada mensagem ajudou a consolar nossos corações e oro, para que Deus conceda a todos, muita saúde e uma vida plena. Um abraço a todos e….vem, Benjamin!

por |Juliana (Banjara Soul)

Publicado por Banjara Soul

Este blog é para compartilhar um pouco das estórias e memórias que acumulei ao longo destes 12 anos neste incrível continente chamado Ásia. Hoje, de volta ao Brasil, mas com a Ásia no coração.

19 comentários em “Luto na gravidez

  1. Sinto muito Ju, não sei nem o que te dizer. Nunca vamos estar preparados pra uma perda assim. Sinta-se abraçada. Deus sabe de todas as coisas e teve um cuidado lindo contigo ao colocar em seu coração e no coração do seu esposo de estarem no Brasil justo agora. Foi necessário tudo que deixaram lá pra que a estivessem aqui pra se despedir e creio que tbm pra viver esse momento de gestação ao lado dela. Pensa como teria sido difícil saber que sua mãe não pode vê-la grávida… Mas Deus permitiu que ela realizasse o sonho de ser avó antes da partida e de ver a filha gerar. Torço muito por vocês e sei que logo seus planos de voltarem pra junto de sua família lá na Índia vão se concretizar e será muito especial pra todos com a chegada do Benjamin!
    Força nesse momento. Dias melhores virão.

    Curtir

  2. Meus sentimentos….
    Suas palavras me fez pensar muito, car não moro no Brasil. Sempre fico pensando perder trabalho? Casa ? E voltar?
    ficar próximo de quem agente ama vale muito mais .
    Força e que Deus ti abençoe.
    Bju
    Bia

    Curtir

  3. Oh Ju que triste a perda de sua mamãe. Meus sinceros sentimentos a vc e todos seus familiares. E que noticia otima que tu esta gestante parabéns!!! Que este novo ciclo de sua vida seja repleto de alegria e felicidades. Deus abençoe grandemente a sua vida e do teu esposo. Bjs na alma💞😘🙏🏽

    Curtir

  4. Ju, que sincronicidade incrível. Estou chocada, senti mesmo sua falta. Olha, nenhuma gravidez é isenta de turbulências. Tive a segunda em busca de uma gravidez tranquila e foi pior que a outra. Na verdade, tenho certeza que Deus guarda nossos tesouros de todo sofrimento. Sinto muito pela sua perda materna. Deus te conforte. Faleceu uma mãe e agora vai nascer outra mãe.

    Curtir

  5. Que Deus conforte o seu coração e de sua família, e te mostre o melhor caminho a seguir. Estou muito ansiosa pela chegada do Benjamin ( que nome lindo ) e com saudades de vc. bjs e Força.

    Curtir

  6. Meus pêsames minha querida só quem já passou por isso sabe como é intensa a dor da perda da pessoa que mais amamos.. minha mãe faleceu no ano e ainda doí bastante.. o choque é muito grande,mas sabemos que DEUS nunca nos dá um fardo maior do que possamos suportar,você é uma mulher guerreira,e talvez essa seja a sua maior batalha a ser vencida .Creio que a sua querida mãe,assim como a minha estão melhor agora . No início não é fácil assimilar a nova realidade,mas em breve tudo ficará bem.Realmente DEUS sabe o que faz.
    Meus parabéns pelo Benjamim ,filhos são Bênçãos.Que DEUS continue Abençoando grandemente sua vida em todos as áreas.
    Estou ansiosa pela sua volta ao YouTube.. nos mostre seu cotidiano,suas expectativas da sua nova fase..e claro,queremos muito conhecer o Benjamim,que ele traga muitas alegrias.
    Um abraço.

    Curtir

      1. Oi Juliana. Deixo aqui os meus sinceros sentimentos pela partida da sua mãe. Força. Que Deus conforte o coração de vocês. Que Benjamin venha com muita saúde e para alegar muito a vida de vocês. Grande abraço!

        Curtir

  7. Querida Juliana, meus mais sinceros sentimentos. Que Deus te conforte e te guie. Que bom que tu tens essa sabedoria. O universo é sábio … mas precisamos de tempo para entender o porque, num primeiro momento, as coisas não acontecem como queremos. Que Deus continue a te guiar e que o melhor aconteça. Um abraço com carinho;

    Curtir

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Saiba como seus dados em comentários são processados.

%d blogueiros gostam disto: