Heritage Walk em Bangalore

  Olá, pessoal! Tudo bom? De uns anos para cá, as heritage walks, ou seja, as caminhadas históricas, onde um guia local leva um pequeno grupo de pessoas para conhecer sua cidade, têm aumentado muito no mundo inteiro. Da última vez que fui ao Rio, percebi o quanto o número de agências e profissionais liberais que oferecem o serviço tinha aumentado. Nós, turistas, sempre ávidos por uma boa aula de história, agradecemos.

   Aqui na Índia, não é diferente. Esta tendência mundial também tem sido seguida aqui. Você encontra as heritage walks pelas principais cidades do país, sob vários temas, buscando sempre um público variado.

  Em setembro de 2018, eu resolvi me arriscar na minha primeira heritage walk em Bangalore. Bangalore, apesar de não ser um destino turístico, tem algumas atrações interessantes e, como toda a Índia, muita história. A heritage walk que escolhi foi a Bengaluru by Foot, cujas caminhadas são feitas pelo Senhor Ali, um professor de história e apaixonado pela cidade e pelo o que faz. 

A heritage walk para a qual me inscrevi, contava um pouco da história dos mercadores persas aqui em Bangalore e, como tudo que leva o nome “Pérsia” me interessa, eu decidi me inscrever.

O tour começa pelo Johnson Market, que no passado fora um estábulo, mas que depois de desativado, tornou-se um dos mercados mais populares da cidade, onde é possível encontrar tudo bem fresquinho, incluindo cortes de todos os tipos de carnes.

Image result for johnson market
Image result for johnson market

Logo saindo do mercado, encontramos o icônico Makkah Café, aquele tipo que lugar que uma moça sozinha jamais teria coragem de entrar, mas que, graças ao tour, conseguimos não só entrar, mas saborear o famoso Suleiman Tea. Não curti, pois estava cheio de limão, mas como experiência, valeu.

Image result for johnson market suleiman tea
Related image

Dali, começamos a conhecer mais da comunidade xiita que vive no bairro. Foi muito bom conhecer mais sobre os xiitas e entender mais as diferenças entre eles e os sunitas. As ruas começavam a ser decoradas para o Muharram, um dos dias mais importantes para os xiitas, no qual eles celebram o martírio de Hussein, neto do profeta Maomé, entoando cantos e praticando o autoflagelo.

   A visita a mesquita xiita foi realmente o grande ponto alto do programa na minha opinião, assim como a visita a uma Ashurkhana, uma casa onde se celebram os principais ritos xiitas. Lá, uma senhora muito simpática e cheia de fé, nos mostrou todos os apetrechos que seriam usados para decorar a rua e as mesquitas durante o Muharram, bem como os apetrechos usados para o autoflagelo.

  A visita despertou meu interesse pela comunidade xiita e, duas semanas depois, eu participei do meu primeiro Muharram, onde tive uma experiência fascinante, uma das melhores desde que cheguei aqui na Índia e, a qual, vocês conferem em uma série de vídeos especial em meu canal do Youtube.

E aí? Gostaram? Para quem tiver interessado, deixo aqui o url da página do Sr. Ali e seu Bengaluru by Foot.http://www.bengalurubyfoot.com/

Um abraço e até o próximo passeio!!

por Banjara Soul

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.