Banjara Soul em Amsterdã

A chegada

Olá, pessoal!

Hoje venho contar como foi o meu passeio de 1 dia em Amsterdã.

Bem, a princípio, o meu vôo estava marcado para sair de Bangalore para Paris (Air France), de Paris a Amsterdã (KLM) e, no dia seguinte, depois do almoço, Amsterdã- Rio. Segundo a passagem aérea que comprei, eu chegaria em Paris pela manhã e teria 13 horas para passear pela cidade até o meu vôo para Amsterdã. Porém….não foi bem assim que aconteceu.

Um dia antes, no dia 22, ao entar fazer o check-in na página da Air France, eis que recebo a notícia bombástica de que eles entrariam em greve no dia…adivinhem? Dia 23, bem a data do meu vôo. Fiquei nervosa. Havia a possibilidade de mudar a data da viagem, mas pedir férias novamente na minha empresa ia ficar complicado e eu já tinha deixado tudo esquematizado no escritório. Sendo assim, liguei para a Make my Trip, website no qual comprei minhas passagens e, recebi a alegre notícia de que haviam me remanejado para outro vôo no mesmo dia e horário: Bangalore- Amsterdã, pela companhia indiana Jet Airways.

DSCN0008

Sim!! Minha viagem ao Brasil iria acontecer!! Porém, sem aquela passagem básica por Paris, mas até que gostei, já que eu estava mais animada para conhecer Amsterdã do que Paris, na verdade.

Sendo assim, após cerca de 11 horas de vôo, eis que cheguei em Amsterdã. O aeroporto é muito bem sinalizado e super fácil de encontrar tudo. Logo ali em frente, já saem os ônibus que te deixam no centro da cidade em 20 minutos.

Aluguei uma diária no Quentin England Hotel, no bairro de Leidsplein. Segundo a informação que me passaram, eu deveria pegar o ônibus em frente ao aeroporto e descer antes do ponto final. Porém, por descuido, acabei descendo no ponto final e tive que andar mais do que pretendia, e com uma mala pesada, já que devido a mudança de vôo, não deu para despachar minha mala até o Brasil direto. Se o hotel é bom? Como eu não queria dividir o quarto com ninguém, o Quentin England Hotel foi uma das opções com quarto individual e banheiro mais baratas que achei. O quarto é minúsculo e o café da manhã não estava incluso na diária. Mas, para uma noite, estava de bom tamanho. Recomendo, sim.

Muitos pontos da cidade contam com wi-fi, mas uma hora, perdi a conexão e, ainda estava perdida, tentando achar meu hotel. Foi nessa hora, que eu tive que contar com a boa vontade e simpatia dos holandeses. Abordei uma moça, que me ajudou e me deu a direção com muita simpatia. Porém, ao chegar perto do hotel, eu me perdi de novo. Sabia que estava muito perto, mas não conseguia encontrar o famigerado hotel. Sendo assim, parei em uma loja de aluguel de bicicletas e, novamente, um atendente holandês me ajudou, com muita simpatia e boa vontade. Me deu um mapa e, ainda escreveu no mapa que rua entrar e qual rua não entrar. Sendo assim, ficou fácil. Depois de dez minutos, finalmente achara o hotel. Era a tão esperada hora de me livrar da minha mala e sair pras ruas para fotografar e filmar!

DSCN0004

DSCN0021       DSCN0094                                                                                                                      Continua….

 

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

w

Conectando a %s