As mães indianas

Olá, pessoal!

Neste Dia das mães, resolvi escrever sobre o perfil de algumas mães indianas, baseado em conversas que tive com amigos e pessoas que trabalham comigo.

Caso 1

O motorista da minha empresa e sua família, são de Chennai (Tamil Nadu). Ele tem um casal de filhos. O menino, já tem 17 anos, mas a mãe o mima demasiado. Se o menino chega em casa e diz que quer comer tal coisa, a mãe, mesmo que não tenha em casa, vai dar um jeito de cumprir o pedido da Vossa Alteza. Para piorar, na hora da janta, quando todos estão à mesa, ela dá comidinha na boca do marmanjo! Vocês acham que estou brincando? Esta prática ainda é bastante difundida aqui na Índia. E a filha do casal?Como fica na estória? Bem, a menina, indignada, chorou na frente da mãe e perguntou porque ela nunca dava atenção pra ela do mesmo jeito. A mãe, parece que não ligou muito. O pai, claro, ficou chateado e com pena da filha. Por isso, estava me contando o acontecido.

Caso 2

Hospital em Bangalore. Eu aguardava pelo médico e lia um jornal para passar o tempo. Nem precisei do jornal, pois algo bem na minha frente me entreteu muito mais! Um menino, de uns 8 anos, estava sentado em uma das poltronas, em uma posição como se fosse a de um mini rei. As pernas, em cima das coxas de sua mãe, porque esta, lhe fazia uma massagem!! O reizinho não estava doente. A família esperava pelo médico que viria visitar algum parente deles que estava internado. Ou seja: o paciente não era o garoto. Aquela cena me chocou, pois parecia que a mãe estava de frente para um semi-deus, só porque nasceu com um pinto.

Caso 3

Termino de fazer minhas compras em uma loja. O vendedor puxa assunto e pergunta se tenho filhos. Disse que nao, mas que planejava no ano vindouro. Ele vai e me pergunta:

Você prefere menino ou menina?

Tanto faz. O que Deus mandar, está bom.– respondi sem muito interesse.

Aí, fiquei passada com o que ele me disse. Tão passada, que não tive resposta.

Deus será bom com você. Vai te mandar um filho homem!

Ahn..tá. Tanto faz.

Peguei minha sacola e saí da loja passada. Mesmo depois de 4 anos em terras indianas, isso ainda me choca.

No Dia das Mães, oro para que as mães sejam livres de todo o jugo colocado sobre elas para ter filhos homens. E, que mesmo que os tenham, que dêem um basta neste ciclo vicioso, onde a mãe trata o filho como um rei e espera que a esposa dele o trate da mesma forma. De uma escrava, para outra. Com apenas a diferença de que com a esposa ele pode fazer sexo.

Por Banjara

Anúncios

10 comentários sobre “As mães indianas

  1. Juliana, eu vivi em Chennai e sei do que fala em relação ao machismo. No meu primeiro dia de trabalho, o meu chefe me disse algo como: “Thaís, prepare-se, porque aqui os seus dias não serão fáceis. Eu sei que você vai chorar de arrependimento por ter vindo, mas saiba que tudo isso vai passar”. De fato, eu deixei o trabalho em cinco meses. Mas, e as minhas centenas de colegas mulheres, e suas mães, e suas filhas? Eu realmente desejo que as circunstâncias da vida me ensinem mais para que eu possa estar preparada para fazer alguma coisa em relação à isso, e não apenas chorar.

    Curtido por 1 pessoa

    1. Obrigada pelo seu comentario! Chennai eh bastante tradicional e conservadora mesmo, mas no meu ver, ainda acho as mulheres de la menos oprimidas que as do norte da India, como Uttar Pradesh ou Madhya Pradesh. Eh muito dificil ir contra este sistema, porque o machismo eh tao enraizado na cabeca das proprias mulheres, que elas mesmas cavam os tumulos umas das outras. Assunto delicado, complicado e que daria muitos posts. Um abraco!

      Curtido por 1 pessoa

  2. juh, sigo o seu blog com muita frequencia, e ta de parabéns! adoro a india e tudo mais.. eu tenho uma curiosidade, eu estou sendo amiga de um rapaz de Thane(Maharashtra), ele me parece moderno e tem até os gostos parecidos com o meu e tem 23 anos de idade…. e então, thane é um lugar que você considera “selvagem”? ou mais moderno?

    Curtido por 1 pessoa

    1. Oi, Rams! Bem, Thane eh coladinho em Mumbai. Eh, uma parte da cidade que se desenvolveu porque ja nao havia mais espaco para tanta gente em Mumbai. Thane hoje eh bem moderna, com otimos shoppings e condominios bem chiques. Nao, Thane nao eh selvagem e eh ate bem moderna. Porem, sugiro que assista o meu video “Moderno pero no mucho”, la no meu canal do Youtube (Banjara Soul), onde falo dos indianos “modernos”. Um abraco e obrigada pela participacao!

      Curtir

  3. Chocada!
    Gente como assim? Dou graças a Deus que não nasci num país tão machista, não saberia sobreviver como mulher. Fico pensando nos sentimentos e na cabeça das mulheres na Índia, Juliana, posso te sugerir algo? Nos conte como essas mulheres se sentem a medida que você tiver oportunidade, fico angustiada.

    Curtido por 1 pessoa

    1. Oi, Nathalia. Caso voce tivesse nascido aqui, provavelmente nem iria perceber que o pais eh machista e ia achar muitas coisas normais, como minhas amigas e familiares acham. Sim…com certeza teremos mais textos e videos falando das mulheres indianas. Um abraco!

      Curtir

  4. Misericórdia!! Também fiquei passada diante desses relatos!! Mais triste que saber que o machismo impera em certas famílias,é saber que é a própria mulher(mãe) que ensina a criança (menino) a achar e a se comportar como se fosse superior (rei) as mulheres,tratando o sexo oposto como escravas” reprodutoras “de meninos .
    Um abraço Juliana,amo ler seus post ! Me interesso muito por outras culturas.
    Feliz dia das mães e futuras mamães deste blog,que DEUS conceda cada dia mais sabedoria ,discernimento e amor para todas nós .

    Curtir

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s