Chennai – uma agradável surpresa

Olá, pessoal!

Como vocês leram no último post, cheguei em Chennai no domingo e volto para Mumbai daqui a 2 dias (infelizmente).

Nestes 3 dias, além de ter conversado bastante com meus colegas tamilians, tenho observado bastante a cidade e as pessoas. E, aqui gostaria de compartilhar minhas observações.

A cidade é bastante limpa

Bem, não posso dizer da cidade toda, pois ainda não visitei a parte do povão e, a área onde estou é bastante elitizada. Porém, se comparada com a parte elitizada de Mumbai, Chennai dá de 10 a zero na limpeza e na beleza. Em Mumbai, infelizmente, não temos muitas mansões ou casas, porque há gente demais e espaço de menos. O mesmo já não acontece aqui em Chennai, onde há casas enormes, belíssimas, do jeito que estamos acostumados a ver no Brasil.

Há mais atrações e entretenimento do que eu imaginava

Ouvi de uma colega que Chennai era sem graça e sem muita coisa para fazer. Acredito que dependa da área, mas a parte onde estou hospedada, tem vários restaurantes, lojas e até um shopping aqui perto. Talvez a vida noturna em Chennai, para quem gosta, não seja mesmo atraente, mas se seu negócio é apenas sentar em um lugar, tomar um café e apreciar a paisagem, não terá problemas aqui. Mas, se seu negócio é ir para a night, melhor morar em Mumbai mesmo. Porém, para mim, Chennai está de bom tamanho:  Nem metrópole demais, nem interior demais.

As pessoas são bem calmas

Achei o pessoal daqui bastante calmo e sem stress. Presenciei uma cena no táxi ontem, que me fez pensar a respeito disso. Um auto ricksaw entrou com tudo pela esquerda e quebrou parte do retrovisor do táxi onde eu estava. Eu, se fosse a dona do carro, teria parado o carro e tomado satisfações com o motorista do autoricksaw, nem que fosse para dar um sermão nele. Mas, adivinhem o que o motorista do meu táxi fez? Nada. Quer dizer, ele saiu do carro, olhou o retrovisor de perto, voltou para o dentro do carro e deu partida novamente. A esta altura, o motorista do auto ricksaw também já havia picado a mula. Mas, mesmo no momento em que ele estava ali do lado do carro e poderia ter sido xingado, ele foi poupado Ninguém disse insultos um ao outro, não houve xingamentos e, muito menos, violência física. Em Mumbai, as pessoas chegam a discutir, falam o que querem um para o outro e, vão embora, sem violência. Já em Delhi e no Norte da Índia, a banda toca diferente e, os caras já peitam o outro e partem pra ignorância, em muitos dos casos. É interessante como as pessoas mudam de um estado para o outro. Posso estar errada, mas os tamilians parecem realmente mais calmos que seus outros compatriotas.

É seguro para as mulheres e o assédio é quase 0.

Se tem uma coisa que eu adoro fazer, é andar pelas ruas para conhecer os lugares que vou. Apesar de nunca ter tido problemas em lugar algum da Índia, eu sei quais regiões estão menos acostumadas a mulheres sozinhas andando pela rua e também como devo em portar nestes locais. Chennai, assim como todo o Tamil Nadu, é uma região muito conservadora sim, mas aqui, há um respeito muito grande em relação a figura feminina. Mesmo aparentando que não sou daqui, ninguém tentou se engraçar, nem sequer olhar-me de forma diferente. Esteja eu com roupas indianas ou não, mesmo que a maioria das mulheres aqui não usem roupas ocidentais, como em Mumbai, por exemplo. Já tinha ouvido de outras amigas estrangeiras que Chennai e todo o Tamil Nadu era extremamente seguro para mulheres que viajam sozinhas e, estou podendo confirmar isto nestes dias em Chennai.

Os tamilians têm um orgulho enorme de sua língua e herança cultural

 

Muita gente não sabe, mas o tamil é uma das línguas mais antigas da humanidade e há vários linguistas e pesquisadores que têm comprovado isto. Porém, na Índia, o tamil, apesar de ser uma língua oficial, não recebe o mesmo status que o hindi, por exemplo. E, esta é uma das causas da rixa entre indianos do norte e do sul. Eles não aceitam o fato de o hindi ter status de língua nacional e o tamil, não, tendo destaque apenas no estado de Tamil Nadu. Além disso, os tamilians têm um orgulho enorme em relação ao fato de serem quem são, já que seu background cultural é totalmente diferente dos indianos do Norte, por exemplo. Se você nunca percebeu, eles fazem parte de outra etnia, também. Por isso, eles não se parecem em nada com os indianos do norte.

 

Bem, estas foram minhas primeiras impressões sobre a cidade, na qual, já me sinto totalmente à vontade, por sinal. (rs)

Nos próximos posts, continuarei compartilhando mais sobre Chennai e a cultura tamil.

Espero que tenham gostado!

Um abraço e até a próxima!

por Banjara

Anúncios

7 comentários

  1. Obrigada, Banjara! Como eu não tenho mais intenção alguma de ir para a Índia, mas enorme curiosidade sobre esse povo, os teus relatos são muito importantes e culturais.

    Quando der, fale sobre o humor indiano, que eu acredito ser um traço bem marcante deles, vide Russell Peters e os inumeros canais do youtube.

    Curtido por 1 pessoa

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s