Madhya Pradesh- Diário de viagem- Gwalior – Dia 2

Continuando nosso passeio por Gwalior….

O Forte de Gwalior é um complexo enorme onde podemos encontrar templos, gurdwaras(templo sagrados dos sikhs) e esculturas budistas super antigas. Um local cheio de atrações e no qual você pode passar  um dia inteiro, tranquilamente.

IMG-20151220-01547

Saindo do forte, decidimos andar mais um pouco e ir em direção ao famoso Sas Bahu temple, que significa ” O templo da sogra e da nora”. O nome foi dado por causa da aparência dos dois templos: O sas (sogra) é grande, belo, cheio de detalhes e, o bahu (nora), é menor, simples, mas também delicado. Porém, a diferença entre a sogra e a nora é gritante e, como estamos na Índia, a sogra, claro, sempre leva a melhor. (rs). Brincadeiras à parte, o verdadeiro nome do templo é Sahastra, que faz referência a Vishnu.

IMG-20151220-01558 IMG-20151220-01557 IMG-20151220-01556 IMG-20151220-01555
IMG-20151220-01560

Saindo dali, meu guia turístico de Madhya Pradesh (o livro), me dizia que próximo dali, ficava um outro templo que valia a pena ser visto: O Teli ka mandir. E, ele não estava errado. O Teli ka mandir é belíssimo e fica dentro de um jardim muito bem cuidado. É calmo e você sente vontade de ficar horas ali, só admirando aquela bela arquitetura. Dentro do templo, não há nada. É tudo escuro e não há estátuas ou adornos. Por isso, ele é para ser admirado do lado de fora. Reza a lenda que este fora um templo dedicado a Vishnu, mas ninguém sabe ao certo. Mesmo assim, ele deve ser incluído no seu roteiro!!

IMG-20151220-01585 IMG-20151220-01584 IMG-20151220-01583

Dali, avistamos uma bela arquitetura toda em branca. É a Data Bandi Chod Gurudwara. Para quem não sabe o que é Gurudwara, é o templo sagrado dos sikhs. Você deve se perguntar o que uma Gurudwara estaria fazendo no meio de um forte, mas a história nos conta que o guru sikh Hargivind Singh foi mantido como prisioneiro no Gwalior Fort durante o reinado do emperador Mughal Jehangir, sendo solto mais tarde. Através dos esforços do guru, outros 52 prisioneiros também foram libertados.

 

Sendo assim, a comunidade sikh construiu esta Gurudwara para comemorar este importante evento. Hoje, a Gurudwara é bem conhecida entre os sikhs e lá, como em todas as Gurudwaras, você tem a oportunidade de entrar, participar do culto e também, claro, de participar do langar, no qual todos comem juntos, sendo servidos pelos membros da comunidade. A experiência na Gurudwara merece um outro post, portanto não vou me alongar sobre o assunto. Mas, fiquem com as fotos.
IMG-20151220-01596IMG-20151220-01597IMG-20151220-01598

Nosso passeio continuou. Decidimos não visitar o Jai Vilas Palace, porque a arquitetura era muito parecida com a que temos no Ocidente e não era exótico o suficiente para nosso gosto. E, decidimos seguir para os mercados populares da região, sendo o mais famoso deles, o Sarafa Bazar. Mas, antes de entrar no assunto “Mercados populares”, na saída (ou entrada) do Gwalior Fort, você ficará encantado com as estátuas budistas esculpidas nas rochas. São lindas e monumentais. Vejam as fotos:
IMG-20151220-01602 IMG-20151220-01601 IMG-20151220-01607

sei se já comentei isso aqui, mas eu tenho verdadeira paixão por mercados populares, sobretudo os da Ásia, porque eles são tão vibrantes e coloridos!!…Seja no Japão ou na Índia, eu sempre me deixo perder dentro desses bazares. Adoro entrar e sair pelas ruelas, descobrir novas lojinhas, provar novas comidas…enfim…me sinto em um parque de diversões.
IMG-20151220-01615

O Sarafa Bazar é como qualquer outro bazar que temos aqui em Mumbai, mas o que nos chamou a atenção foi a arquitetura antiga, pois o bazar é localizado na parte velha da cidade. Nosso vídeo no Sarafa Bazar irá ao ar em breve lá no canal. Fiquem ligados!
IMG-20151220-01613 IMG-20151220-01612 IMG-20151220-01611
Não muito longe dali, fica a estação e também os principais prédios do governo local. Uma bela praça dá um charme a mais ao local.
Baada02
Após passearmos bastante pelo mercado e parte antiga da cidade, chegava nossa hora de voltar para Orchha.  E, a sensação de que havíamos feito a escolha certa ao ir a Gwalior.

E aí? Gostaram? Vale incluir no roteiro?

Um abraço e até a próxima!

por Banjara Soul

 

 

 

Anúncios

2 comentários sobre “Madhya Pradesh- Diário de viagem- Gwalior – Dia 2

  1. Olha, qdo eu li o lance sobre templo da sogra e templo da nora pensei “com certeza o da sogra deve ser maior e melhor” – dito e feito!!!! Dá pra ver que essa rivalidade já vem de seeeeculos atrás, haha.

    Curtido por 1 pessoa

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s