O primeiro sari a gente nunca esquece…

Olá, pessoal! Esta semana que passou foi bastante agitada, com muito trabalho, mas finalmente estou aqui para escrever nosso primeiro post da semana.

O tema de hoje é: O primeiro sari a gente nunca esquece…

sonaksh

Bem, o sari, como a maioria de nossos leitores já conhece, é aquela bela vestimenta tradicional indiana, usada, geralmente pelas mulheres casadas aqui e, por algumas jovens, em eventos ou festas.

O primeiro sari que vesti, foi no dia da cerimônia do meu casamento, em 2013, mas eu estava tão nervosa, ansiosa, e com um redemoinho de sentimentos, que nem lembro direito. Isto, claro, sem contar que o sari não era meu, como já comentei aqui em um outro post.

Então, de lá para cá, nunca mais tive a oportunidade de usar um sari. E, mesmo que tivesse, sempre optei pela combinação punjabi suit ou anarkali, que também são bem elegantes e me pareciam mais confortáveis que o sari.

Anarkali
Anarkali
Punjabi suit
Punjabi suit

Porém, o dia de usar um sari ainda estava por vir. E veio. Foi neste sábado. Tive que apresentar uma cerimônia+intérprete em um hotel em Mumbai e, sofri por dois meses sobre o que vestir para tal ocasião. Cheguei a comprar uma blusa estilo ocidental a qual iria usar com um terninho e calça social preta.

bsuiness

Mas, o sari não me saía da cabeça. Afinal, eu estaria representando a Índia, ali no evento, perante os convidados de outros países.

Passei os dois dias que antecederam o evento, correndo de loja em loja, procurando uma roupa que servisse para o evento. Custei a achar. Não queria nada muito cheio de brilhos, porque não era casamento, mas também não queria um sari muito simples. Sendo assim, finalmente encontrei algo que me agradasse.

Mas, aí, vinham outros problemas:

drapsari

  1. Como vestir aquilo, sendo que eu não sei enrolar um sari?
  2. E como fazer para a minha barriga não aparecer, já que as blusas dos saris (choli) são curtas?
  3. Como andar de sari?
  4. Como fazer para ir ao banheiro de sari?
    Haja flexibilidade!
    Haja flexibilidade!

    Porém, todos os atendentes da loja onde comprei o sari (Jashn), foram extremamente pacientes e atenciosos. Uma das atendentes me disse para voltar lá, uma hora antes do evento e, ela me vestiria. Combinado!! Sendo assim, apareci lá uma hora antes do evento e entreguei o sari na mão dela.
    Então, ela me vira e diz:- “Cadê  o seu petticoat?”
    “Petit o quê?“- eu disse.
    – “Petticoat. É aquela saia que tem que vestir por baixo do sari.”
    Putz!!!Tem isso também, é? – pensei comigo.
    – “Não tenho! E agora? “- respondi.
    petticoar
    Mais que prontamente, corremos para a loja mais próxima e compramos o tal do pettitcoat. Em bom português: anágua. Minha mãe usava isso na década de 80. Agora, estava tudo em ordem e poderíamos começar a vestir o sari. Ela vestiu, foi me explicando passo a passo o processo (você lembra? Nem eu) e respondeu pacientemente a cada uma de minhas dúvidas:

    1. – Como andar de sari?
    Você pode andar normal, colocando um pé na frente do outro.

    2. Não vou tropeçar no sari?
    Não!Claro que não! Você só precisa levantar um pouco a parte da frente, quando for subir as escadas.

    3. E se o sari desamarrar e eu ficar pelada na frente de todo mundo?
    Não…isso nao vai acontecer. Eu estou colocando vários alfinentes nele para prender bem e você poder trabalhar à vontade.

    4. (agora, a dúvida cruel!) E como ir ao banheiro de sari?
     Ela deu risada e disse: -” Como você iria se estivesse de saia? Levantaria, né? Com o sari, a mesma coisa. E, ele continua ali, firme.”

    Dúvidas sanadas, agora era correr pro evento e trabalhar!!!

    Observações gerais:

    deepika

    O sari é a roupa mais elegante que já vesti até hoje.
    Nunca nenhuma roupa me deixara tão elegante quanto o sari.
    Todos no evento adoraram a escolha. Depois do evento, quando visitamos a loja da empresa, no shopping, as funcionárias indianas correram a minha direção para elogiar e tirar fotos.
    Andar de sari me lembrou muito o andar de quimono, mas bem mais confortável, com certeza. E, o banheiro? Também foi super tranquilo. Só tomei cuidado para não encostar a barra belíssima do sari no chão nojento e molhado do banheiro. Fora isso….ADOREI meu primeiro sari, a tal ponto que, na semana que vem, estou participando de um curso para aprender a vestir sari !!! E, quem sabe, da próxima vez, eu consiga vestir sozinha, né?

    Ah, sim!!Querem ver a foto? Aqui está!

  5. 20151017_153539
Anúncios

15 comentários sobre “O primeiro sari a gente nunca esquece…

  1. Juju tá DIVA, beeeelissima!!! Só falta cantar “Cintaku bukan diatas kertas. Cintaku getaran yang sama. Tak perlu dipaksa. Tak perlu dicari” (lembra disso?)

    Já te disse isso antes, mas não faz mal repetir pois elogio é sempre bom ne? Principalmente depois que a gente casa e, mesmo que a gente ande pintada de ouro, marido geralmente não nota *sigh* Cortei meu cabelo hoje de manhã e du-vi-do que o marido vá notar hoje a noite, haha.

    Curtido por 1 pessoa

  2. Você ficou linda de sari! Escolha mais perfeita do que essa não há! Representou a Índia muito bem e com muita elegância. É a primeira vez que vejo alguém contando a experiência de vestir um sari! Eu nunca usei e nem tenho porque meu esposo disse que eu não saberia amarrar e por isso ficaria aqui encostado, mas eu acho lindíssimo.
    Beijos!

    Curtido por 1 pessoa

    1. Oi, Star!Meu esposo tambem me desencorajou, mas sabe quem mais me encorajou? Outras estrangeiras, esposas de indianos, que moram aqui em Mumbai. Algumas delas sao craques em vestir sari e me disseram que tanto em saloes de beleza como em lojas de roupa, eles poderiam me ajudar a vestir.

      Curtir

      1. Então depois nos conte a experiência da aula para quem quiser sair sarisfilando por ai ne! E vc ficou bem alta perto das meninas, vc tem noção da media de estatura de indianas e indianos? Já li q em geral eles elas são baixos mas tenho noção em quais proporções considerando os brasileiros.

        Curtido por 1 pessoa

      2. Pode deixar, Claudia!Se a professora permitir, eu faco um video!Em relacao a altura dos indianos, tem de tudo, Claudia! Depende muito a qual grupo etnico eles pertencem. Mas, no geral, na media, acho que elas tem entre 1,58 a 1,65.

        Curtir

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s