Casamento com estrangeiro- E quando a família dele(a) é contra? -Parte 2

Olá, pessoal!

Primeiro, venho agradecer a todos que comentaram aqui no blog ou no Facebook no primeiro post desta série.

Este post deveria ter ido ao ar ha dois dias, mas eu fui acometida por uma gripe muito forte que me deixou de cama. Ainda estou de molho, mas ja estou bem melhor e..aqui esta a parte 2 do post: Casamento com estrangeiro- E quando a familia dele (a) eh contra?

Cenas dos capítulos anteriores:

skype2

Após uma semana morando na casa dos sogros, descobri que meu sogro não aceitava o casamento e que todos achavam que nosso relacionamento não ia vingar. E, apesar de termos dado entrada na papelada para o casório, eu não estava de acordo com algumas regras de residência na Índia para poder contrair matrimônio no país. Sendo assim, nossos papéis foram rejeitados e, nosso sofrimento continuou. Desta vez, cada um em seu canto: eu, de volta ao Japão e ao trabalho e ele, na Índia.

Os meses que se seguiram foram de intensa espera e de pesquisa por informações mais precisas sobre o casamento de estrangeira + indiano na Índia. Também foi a época que  tivemos que decidir em que país iríamos morar. Mas, este não é o assunto desta vez.

Em março de 2013, estava eu me mudando de mala e cuia para a Índia, com meu visto de turista e esperando o resultado de uma entrevista de emprego para uma empresa indiana. A entrevista ja tinha acontecido quando eu ainda estava no Japao.

Mas, e a família dele? Sera que tinham mudado? Sera que finalmente haviam aceitado?

mehendi

A resposta, acho que vocês já sabem.  Minha sogra, apesar de preocupada com o futuro deste relacionamento, apoiou a gente e veio até nossa casa para ajudar a comprar mantimentos e outras coisas. Afinal, mae eh mae! E, apesar de todas as nossas diferencas culturais, ela sempre fez a cabeca do meu sogro para que ele aceitasse nosso relacionamento. Por isso, eu digo: Fique bem amiga da sua sogra indiana. arabe, turca, etc. Se voce cair nas gracas dela, ja eh meio caminho andado.

Nossa luta para casar agora, não era só contra a família dele, mas também contra a burocracia indiana. Muitos não queriam casar a gente. Foram muitas idas e vindas ao cartório e incontáveis perguntas. Até que, depois de muita insistência, o juiz mandou que fôssemos casar no templo primeiro e, então, levar o documento do templo no cartório para que pudesse ser registrado. Sendo assim, corremos para procurar um templo. Mas, alguns templos não queriam casar a gente porque eu não era hindu e eles não sabiam como emitir um documento neste sentido. Ja outros, diziam que nao poderiamos casar naquela cidade, porque nao era a cidade de nascenca dele. Enfim…cada um sempre tinha um empecilho. Mas, eu sou teimosa e, meu marido, mais teimoso ainda! Sendo assim, continuamos nossa luta. Finalmente, depois de 2 semanas, o casório foi marcado.

noiva

Como toda noiva e moça romântica, estava apreensiva e sonhando com o momento, pensando que teríamos uma grande festa, um belo vestido de noiva, muitos convidados e que tudo seria como um belo filme de Bollywood. Mas, os dias foram se passando e, não sabia nada sobre a festa, sobre vestido, nem sobre nada. Depois de alguns dias, meu marido me contou que o casamento seria celebrado às 13:00. 13:00??? Que horário é esse, meu Deus? Mas, o monge queria celebrar nesta hora, porque era mais auspício!! Para mim não tinha nada de auspício, pois as 13:00, eu ja estava morrendo de fome!

Até que o dia do casamento chegou. O casamento sempre foi algo que sonhei desde pequena, ainda mais incentivada por minha mãe, que sempre me prometera que seria um dia de princesa. Mas, não foi. Eu não tinha um vestido de casamento. Eu não sabia onde ir para comprar. Pedi ao meu marido. Ele disse que a mãe dele ia trazer o vestido no dia e que eu não precisava me preocupar. Mas, quem viria no casamento? Também não sabia. Como as coisas já estavam muuito tensas, eu evitava fazer tantas perguntas, já que as discussões de meu marido com a mãe e não sei mais quem no telefone, continuavam.

Women-Dread-Getting-Married_gossipaunty-4

O grande dia chegou. Minha sogra chegou com o tio simpático de manhã e começou a me arrumar. E o vestido? Sim, ela trouxe. Mas, logo minha alegria acabou, já que aquele vestido não era meu. Ela havia trazido o vestido que a minha cunhada havia usado no dia do casamento dela. Quando soube isso, minhas lágrimas começaram a descer. Quando minha sogra acabou de me maquiar e colocar todos aqueles acessórios, eu me olhei no espelho e comecei a chorar. Ela me abraçou e disse para eu não me preocupar com nada. Nisso, ela também começa a chorar. Bollywood total!

Nos dirigimos ao templo onde seria a cerimônia e, eu imaginei que lá estariam o pai, irmão e outros familiares. Mas, só estavam mesmo a mãe, o tio e os vizinhos queridos que só me conheciam há 2 semanas.

Minha sogra não tem dinheiro, porque ela é uma dona de casa e não trabalha fora. Ela depende dos homens da casa para tudo. Portanto, ela não tinha como comprar nada. Mesmo assim, ela deu um jeito de arranjar um dinheiro para comprar o mangalsutra (o colar que toda casada deve usar) e os aneis do pe (como se fosse a alianca que usamos ai no Brasil). Meu esposo, na época, estava mais preocupado com a papelada para a qual ele já tinha desembolsado uma grana do que com a cerimônia em si. Os homens e sua praticidade.

Enfim, nenhum dos homens da casa apareceu. Os vizinhos que compareceram à cerimônia acharam super estranho, é claro. Finalmente, depois de longas horas, a cerimônia havia terminado. Estávamos religiosamente casados. Dava para ver a alegria nos olhos e sorriso da mãe dele.

Aqui, a foto do sorriso da sogra.
Aqui, a foto do sorriso da sogra.

Já morrendo de fome, achei que já que não teríamos nenhuma festa, que pelo menos iríamos todos comer fora. Os vizinhos começaram a perguntar se não ia ter almoço ou se não íamos pagar pra todo mundo. Eu não sabia o que dizer. Só sei que dali, voltamos para casa e minha sogra foi começar a cozinhar. Lentilha e arroz. O prato de todo santo dia. Eu estava completamente decepcionada e, neste momento, senti na pele o que é ser rejeitada por ser estrangeira.

firangibahunew2

Se o pai dele não gostava de mim, eu até aceito, mas não ir na cerimônia de casamento do próprio filho….aí já era demais para mim!Isso não tinha perdão.

Finalmente, dias depois, registramos o casamento no cartório e, desta vez, com o ” atestado” do templo, fomos aceitos. Até a lei havia nos aceitado, mas o pai dele, ainda não.

O post acabou ficando longo demais. Por isso, paro por aqui e deixo vocês na curiosidade para saber o desenrolar desta estória.

Só para que vocês não achem que isso é exceção, eu digo a vocês que em todos os casos que sei de indianos casando com estrangeiras, em 98% , teve oposição da família. Muita gente pensa que quanto mais cultos os indianos forem, menos agarrados a estas tradicoes eles serao. Ledo engano. Mesmo milionarios, eles vao fazer questao de casar seus filhos com alguem da mesma nacionalidade, grupo etnico, casta, etc.
Talvez muitas meninas não contem isso, porque é mais fácil viver no mundo imaginário de Bollywood do que mostrar a ferida. Mas, acreditem: a maioria enfrenta oposição de alguma forma, seja dos pais, irmãos, primos ou vacas. Sim, porque a opinião da vaca vale muito aqui na Índia.

vaca

Um abraço e até a próxima!

por Banjara Soul

Anúncios

19 comentários

  1. Juliana sua historia é emocionante . estou namorando um indiano e tenho muito medo da rejeição da família dele acho que o chock cultural é grande .
    eu já quis termina varias vezes por causa disso ,mais gosto muito dele.
    ele não aceita fala que vai beber veneno se eu não casar com ele , que a família dele vai me adorar ,mais sei que não vai ser assim .
    ele fala que se a família não aceitar ele não casa na índia casa no meu país.
    ai fico sem saber o que fazer .

    Curtir

    • Ola, Erika! Obrigada por compartilhar sua estoria. Mas, a primeira pergunta que me veio a mente foi: Por acaso, ele ja te apresentou para a familia dele? Ou ja falou de voce para ele? Se ele nao tem coragem para fazer isso, certamente nao tera coragem para tomar veneno, como te disse. Eles sao muito dramaticos mesmo e logo dizem que vao se matar. Fique de olho. Um abraco.

      Curtir

  2. Boa noite Juliana parabéns, estou encantada pela sua história você é uma mulher guerreira desejo muitas felicidades em sua vida, mas pelor de Deus posta esse final com o sogro kkkkk bjs

    Curtido por 1 pessoa

  3. Nossa eu realmente não tenho nem palavras para esse post, são várias coisas que jamais deveriam passar em branco e por causa da ignorância de alguns acaba se tornando algo tão traumatizante. Obrigada por compartilhar sua história; sabemos que a última coisa que uma estrangeira consegue na Índia é uma vida a la Bollywood, mas o amor e perseverança tudo esperam e suportam.
    Fico feliz em saber que hoje você está bem, casada e feliz.

    Bejos&Abraços
    Leticya Gontijo.

    Curtido por 1 pessoa

  4. Que tenso!! Eu também choraria se eu tivesse que usar vestido da cunha e nada parecido que eu vejo nos dramas paquistaneses e bolly. o.o
    Ser enfeitada com jóias e maquiagem mega drag queen.
    Pelo menos teve apoio da sua sogra e os vizinhos, mas o lado bom que hoje são felizes . =)

    Curtido por 1 pessoa

  5. Ai menina, quantas agruras por um pedaco de papel ne. Mas ainda bem que logo depois de tanto drama, dona Wilma pode ter o prazer de preparar a festa que ela tanto sonhou ne.

    Curtir

  6. Nossa Juliana… estou em lágrimas aqui… que história! Vi que foi uma cerimônia bem simples, enfim, graças a Deus que pelo menos sua sogra ajudou vocês. O importante é que vocês lutaram e conseguiram se casar. Seu marido é filho único?
    Eu até acho as cerimônias de casamento (indianas, ocidentais, japonesas…) muito bonitas, mas, eu acho que não aguentaria tanta tensão kkk se eu pudesse casaria pela internet e depois pegava um voo pra lá…kkkkkkkk Quanto mais básico melhor!
    Estou adorando sua história, muito obrigada por compartilhar com a gente! Bjus

    Curtido por 1 pessoa

    • Obrigada, querida!Nao, meu esposo tem um irmao mais velho, ja casado, tambem. Sim, a cerimonia indiana eh mesmo linda.A nossa realmente foi bem simples, mas mesmo assim foi especial e ate me emocionei no final. Beijos

      Curtir

  7. Parabéns ! Eu sei que não é fácil abrir nossa vida, principalmente detalhes que marcaram a gente! Vi o quanto você teve paciência, dedicação e amor Para enfrentar essas diferenças.
    Beijos!

    Curtido por 1 pessoa

    • Oi, Star!!Sim…acho que a paciencia se deu pelo fato de nao morarmos juntos. Afinal, eu so aparecia la de vez em quando. Mas, acho que ambos ganham com a exposicao ao diferente. Hoje meu sogro sabe mais de geografia do Brasil do que eu mesma e meu sobrinho, de 4 anos, enche a boca na escola para dizer que a tia dele eh do Brasil! (sendo que ele nao faz ideia de onde fica!Ele acha que eh perto de Mumbai!). Beijos

      Curtir

      • Hehe isso é verdade ! Uma vez eu disse ao meu marido que gosto da sogra e ele respondeu “você diz isso porque não mora com ela” kkkk

        A pressa que você teve pra casar na Índia eu tive pra casar aqui no Brasil devido o tempo do visto. Não consegui ter a super festa que sempre sonhei e meu vestido consegui às pressas também. Meu marido queria a família e amigos dele aqui mas não deu tempo e só tinha meus pais e amigos mais próximos. Você não foi a única rs beijos!!

        Curtido por 1 pessoa

  8. Ooi Juliana nossa adorei conhecer a sua historia! Obrigada por se expor e falar sobre seus sentimentos vc vai ajudar muitas pessoas com isso. Mas hoje em dia como é seu relacionamento com seu sogro?

    Curtido por 1 pessoa

    • Obrigada, Natalia!Sim..espero abrir os olhos de muitas das meninas que tem complexo de Maya e Jade, achando que vao chegar aqui e viver um sonho Bollywoodiano. Meu relacionamento com meu sogro? Bem, hoje eu publico a parte final!!!Aguarde!Beijos

      Curtir

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s