Indianos na net – Como lidar?

Olá, pessoal! Tudo bom?

Como a novela Caminho das Indias será reprisada aí no Brasil, acredito que, novamente, a onda e febre por indianos (e consequentemente) paquistaneses deva voltar com forçaa total. É triste dizer, mas…nós, mulheres brasileiras, por mais independentes e profissionalmente realizadas que sejamos, ainda sonhamos com um príncipe ou com alguém que vai chegar, arrebatar nosso coração, nos pedir em casamento e nos levar para uma terra distante. Estou certa ou errada? Culpa das novelas globais ou da criação que tivemos? Não sei, mas o que mencionei nas linhas anteriores é fato.

 

caminho2 caminhoE, por esta razão, resolvi escrever este post. Espero que ele sirva não só  para as mulheres, mas para os rapazes, também. Afinal, não creio que tantas brasileiras abandonariam tudo para se juntar com um homem do outro lado do planeta o qual, muitas vezes, ela nem viu ainda pessoalmente! Portanto, rapazes, este post serve para vocês, tambem! Vamos lá!

 

Indianos na net

fraanship

Aqui estou focando em indianos, mas você pode trocar esta palavra por qualquer outra nacionalidade como paquistanês, bangladeshi, marroquinho, turco, libanês, etc. Entendido?

Muitas pessoas se assustam com o enorme número de indianos (e todas as outras nacionalidades que já mencionei) na internet, sobretudo no Facebook. Não são poucas as moças que já receberam ou recebem diariamente solicitações  de amizade destes rapazes.

Tenho certeza que voce já deve ter se perguntado: – Gente, porque tem tanto indiano assim na internet?

Que eles são milhoes, a gente já sabe. Mas, os chineses tambémm são e nunca vi tantos homens chineses assim na net enviando solicitação de amizade. E aí?

Se você acompanha o meu ou outro blog sobre a Índia, já deve saber que relacionamento entre homem e mulher aqui não é lá muito simples e ainda há diversos tabus envolvidos. O primeiro deles e que é compartilhado pela maioria da população do país é o de que um homem e uma mulher jamais podem ser amigos. Ou seja: se tem homem e mulher na parada, tem que haver interesse, atração física, etc.  Portanto, não se iluda, moça brasileira: eles não querem ser seus amigos. Eles querem conhecer alguém para um relacionamento ou, eles querem, simplesmente SEXO!

Sexo? Como assim? E ..na internet? – você deve estar se perguntando. Sim! Se um homem e uma mulher não podem nem se tocar em público, você acha que eles podem ter sexo facilmente? Não estou dizendo que as indianas são santas, pois já vi cada uma desde que cheguei, que faria a moça que faz topless em Ipanema se sentir como uma freira. Porém, o cerco aperta, já que em tudo, a família sempre está presente e a virgindade é, sim, ainda, bastante valorizada. Portanto, ou este indiano vai ter sexo com alguma prostituta (se ele tiver dinheiro para pagar), com alguma vizinha fogosa e bem mais velha (como alguns casos que conheço) ou, com você, brasileira, na internet.

pending friend requests

Vou contar um “causo” aqui:

Na época que eu participava de comunidades na internet para treinar inglês, conheci um indiano de Ghaziabad (perto de Delhi). Ele era bem mais novo e eu já estava noiva do meu esposo. Isso, claro, deixou ele muito feliz, pois ele achou que, se um indiano tinha escolhido uma estrangeira para se relacionar, esta estrangeira deveria ser “decente”, palavra que eles usam e abusam aqui. E, com isso, ele nunca me faltou com respeito e, pelo contrario: como era quase 10 anos mais novo que eu, ele me “adotou” como irmã mais velha e me contava sua REAL intenção na internet. Querem saber?

Este rapaz, estudante de faculdade, estava tendo um relacionamento com uma russa, casada, que morava na Rússia. Ela dizia que estava cansada do marido e colocou 1001 defeitos no marido e, com isso, claro, comecou a relacionar-se com o indiano. Dava para ver que ela deixava ele louco, pois ele só falava da russa. Aí, um dia, eu perguntei: – Fulano, e se ela deixar o marido? Você se casaria com ela?

Vejam a resposta do cidadão :

–  Que? Casar com ela? Nem morto! Eu quero uma mulher indiana. Indiana respeita o marido. Minha vizinha toca os pés do marido todo dia de manhã. É este tipo de mulher que eu quero. Uma estrangeira nunca vai fazer isso!!

feet

Com esta estória, até meu esposo, indiano como ele, ficou passado, pois nem na nossa família as mulheres tocam os pés dos maridos!!!E, olha que a família do meu marido é suuuuper conservadora!

Viu a mentalidade deste rapaz? Não estou dizendo que ele está certo ou errado, pois ele foi criado na Índia e não na Europa ou Brasil. Mas, deu para entender o que passa na cabeca de 90% deles? Internet é para satisfazer os desejos reprimidos, para alavancar as fantasias escondidas dele, para aliviar os hormoonios em chama e…lá está você!

facebook related funny pictures memes photos 2

Mas, nao tem nenhum que queira um relacionamento sério ?

Claro que tem! E, espero que seja o seu caso. Mas, com certeza, até encontrar esta peça rara indiana, você terá que passar por estas “ẗranqueiras”. Eu havia tido uma experiencia horrível e triste e ainda estava tentando superar quando meu marido chegou na minha vida. E, depois de tanta dor e decepção, vocês acham que eu acreditava no papo dele? Que nada! Ele realmente perseverou. Não estou dizendo que ele é o homem perfeito, o príncipe encantado, porque isto NÃO existe. Ele tem mil defeitos, assim como eu também tenho, temos várias diferenças culturais, tambémm. Não sou como umas e outras que adoram posar na internet com o marido em selfies dignos de adolescentes de 12 anos, fazendo caras e bocas e escrevendo odes de amor ao marido, querendo provar para Deus e o mundo que ela é que são  sao felizes!!! Você deve conhecer pelo menos, uma pessoa assim! Mas, o que eu quero enfatizar aqui, é que se este indiano realmente quiser algo sério e te valorizar como mulher, você vai se sentir respeitada como nunca, digna, amada, protegida e, ele vai ter que mostrar ser bastante macho para levar este relacionamento pra frente mesmo sabendo das consequênciasncias que isto pode causar (rompimento com a família, zombaria dos amigos, criticas de vizinhos, etc.). Portanto, macho nao é aquele que joga palavras suaves e poemas Bollywoodianos (como a maioria) e depois vai se masturbar no banheiro. Ou, na frente da camera para você.Isto nao é ser macho. Macho é aquele que vai alem dos seus valores milenares para estar ao seu lado.

Acho que mais clara que isso, nao poderia ser.

Provavelmente, com a volta da novela, você vai receber muitos pedidos de amizades vindos da Índia e arredores. Então, se você está realmente querendo se relacionar seriamente, já está avisada. Agora, se você só quer curtir a vida, sem compromisso e fazer um intercâmbio cultural de cunho sexual, tambémm deixe isso bem claro pro rapaz. Assim, ninguém sai ferido.

E vocês, meninos brasilieiros…já se perguntaram porque tem tantas brasileiras indo atráss destes rapazes? O que eles tem que vocês  não têm? Nao é  simplesmente por ser estrangeiro. Há brasileiros infinitamente mais bonitos e interessantes que muito indiano, mas..então, porque? Porque muita mulher (até casada) estaria disposta a te largar para ir atrás de um indiano?
Deve ser porque eles são exóticos!

– Ué!!…nossos índios também são exóticos, mas não vejo nenhuma mulher indo lá no Xingu para encontrar e casar com um deles. E, convenhamos…os índios são muito bonitos!!! Entãoo,  do que esta mulher esta sentindo falta? Fica aí a reflexão.

Um abraco e que venha a novelinha de novo!
por Banjara Soul

Anúncios

28 comentários

  1. Adoro seus posts e não canso de ler um após o outro. Esses indianos são indivíduos muito peculiares. Minha mãe ainda tá nessa dá novela, q vai aparecer um Raj perfeito e arrebatar o coração dela kkkkkkkkk. Abraço.

    Curtido por 1 pessoa

  2. É realmente incrível como os indianos gostam das estrangeiras!
    Sou indiana e moro no Brasil desde os meus 4 anos de idade (tenho 17) e muitos indianos me adicionam nas redes socias e puxam assunto, quando digo que sou indiana também eles logo deixam de puxar assunto e simplismente esquecem que eu existo. Não entendia muito o por quê dos indianos perderem o interesse em mum após eu dizer que também sou indiana, então decidi falar com meu pai que atualmente está separado da minha mãe e mora em nossa terra natal na Índia (Maharashtra), ele me explicou que os indianos para casar querem indianas porque realmente é o “produto que eles conhecem e confiam” já as estrangeiras é só para se divertir nas redes sociais, claro que há casos e casos, pode haver algum que goste mesmo de uma estrangeira como foi o caso do meu pai que é indiano e minha mãe que é brasileira (eles foram casados por 5 anos), mas a grande maioria só quer se divertir.
    Alguns dos meus “amiguinhos” indianos ao saberem que sou indiana também procurava logo saber sobre minhas colegas aqui do Brasil, procuravam no Facebook e pedia o número delas, isso irritou muitas amigas minhas então bloqueei muitos mesmo.
    Atualmente tenho de indianos nas minhas redes sociais apenas parentes próximos paternos.
    É bom estar atenta aos indianos, pois da mesma forma que temos o “jeitinho brasileiro” os indianos também têm o seu “jeitinho indiano” rsrs.

    Curtido por 1 pessoa

    1. Oi, Jessica!! Obrigada pela visita ao blog! Eh a primeira visita que recebo de uma indo-brasileira aqui no blog! Sim, concordo em numero e grau com tudo o que voce falou. Salvo algumas raras excecoes, como o seu pai, que realmente gostava de sua mae e alguns outros indianos, a maioria so quer mesmo aventura, pois no final, vai casar eh com a indiana escolhida pela familia. Obrigada pela visita. Um abraco!

      Curtir

  3. Olá! Banjara,
    A pouco tempo comecei acompanhar o teu canal no youtube e gostei muito, tanto que quero compartilhar a minha história contigo. Alguns dias atrás, conheci um indiano de 25 anos, detalhe tenho 19 anos, em um aplicativo de praticar idioma, no meu caso queria exercitar meu inglês, ele curtiu uma publicação minha e eu entrei no perfil dele e decidi dar um oi, ele rapidamente respondeu-me e puxou vários assuntos até que pediu para que eu enviasse uma foto minha, como não era a minha intenção ter um relacionamento desconversei e ele enviou algumas fotos dele tiradas na hora sem camisa tentado ser sexy, logo desconfie a intenção dele, mas continuei a conversar e brinquei dizendo que ele estava com cara de sono, logo em seguida acho que ele enviou-me todas as fotos do celular, desta vez eram normais se sedução, então decidi enviar uma foto minha, mas era só de rosto, mesmo assim disse tanto elogio que eu fiquei empolgada mantive uma amizade. Ele me mandava sempre bom dia, perguntava o que eu fazer durante o meu dia, mandava fotos dele e pedia as minhas eu comecei a gostar, mas confusa com relação as fotos. A minha intuição foi respondida quando ele começou pedir para fazer chamadas em vídeo, nunca aceitei, mas ele sempre fazia esse pedido; em um belo dia ele fez uma brincadeira pedindo que eu fosse ajudar-lo a massagear o seu cabelo, também não entendi, porém entrei na brincadeira e pedi o endereço, ele me deu e pediu que fosse rápido eu acertei e ele seguiu dizendo que era perigoso e disse que iria estrupa-me, fiquei chocada e assustada com teor da conversar perguntei onde estava o respeito ele disse que era uma brincadeira. Resumindo cortei as relações e estou alerta afinal parte, não generalizando, querem apenas sexo virtual, imagina se eu tivesse enviado fotos sensuais e feito chamada de vídeo a “brincadeira” seria ainda mais pesada.

    Curtido por 1 pessoa

  4. Excelente texto!
    Conheci um indiano há quase um ano. Mantivemos uma relação estritamente intelectual no início mas agora eu já não sei. Eu menti pra ele quanto á minha identidade. Ele me desculpou. Senti que as coisas mudaram um pouco entre a gente mas ele continua em contato comigo. Isso me deixa muito confusa até porque me sinto fortemente atraída por ele. Se falo o que sinto, ele silencia e se digo que vou me afastar, ele pede pra eu ficar. Estou muito confusa. Não sei quais os motivos dele pra permanecer falando comigo. Ele fala que gosta de nossas conversas. Ele me envia imagens fofas e me sempre está me desejando coisas boas. Eu não acredito que esteja atraído somente pelo conteúdo de nossas conversas até porque amizade entre pessoas do sexo oposto não é comum na cultura dele. Ele sabe que sou agnóstica. Demonstra respeito pela meus costumes. O problema é eu sinto que ele não confia em mim. Ele se sente inseguro. Eu já não sei como lidar com isso. Eu gosto dele mas receio que ele não sinta o mesmo. Se eu falar o que sinto talvez ele não entenda até porque ele sempre foi muito ponderado e nunca disse claramente que gosta de mim. Mas me trata muito bem e insiste em manter contato…Talvez eu esteja confundindo as coisas. Eu sinto que ele não me perdoou completamente. Tenho paciência em reconquistar a confiança dele mas ao mesmo tempo não consigo esconder o apreço que tenho. O que posso fazer? Esperar até que ele sinta-se seguro ou me afastar para que eu não alimente ilusões? Ele quase nunca fala sobre a vida dele…Mas já deixou claro que não é casado. Isto é muito difícil pra mim. Este homem realmente quer somente a minha amizade? Na cultura indiana os homens enviam imagens de flores para as mulheres só pq querem ser amigos? Eu não consigo entender!

    Curtido por 1 pessoa

    1. Ola, Alexandra! Obrigada pela participacao. So tenho uma pergunta em relacao a tudo isso: O que te faz ter tanta certeza de que ele nao eh casado? Ele costuma falar sobre a vida pessoal dele contigo ou so pergunta sobre a sua se entrar em detalhes da dele?

      Curtir

  5. Oi Boa noite, interessante sua matéria gostei de verdade.
    Eu tbm sempre recebo solicitações e antes eu aceitava a amizade, mas depois parei de aceitar pq estava enchendo meu face.
    Esses dias acabei aceitando um indiano sem querer, pqeu estava aceitando solicitações de alguns amigos e acabei aceitando o do indiano junto, e ai ele começou a conversar comigo, e nossa me surpreedi pq ele sempre é muito educado e conservador…mas mesmo assim fiquei desconfiada,ai fui olhar o perfil dele e não tinha nenhum amigo, mas tinha varias postagens e comentários, então perguntei pra ele se o perfil dele era falso,pq não tinha nenhum amigo, ele disse que ele esconde os amigos do face n sei como ele faz isso,mas disse que fez isso pra os outros indianos não ficar mandando solicitações pra mim,eu ein kkk que estranho mas tabom.
    Outro episodio foi que eu estava conversando com ele eu disse que tenho um filho,ele falou que viu que eu tinha um filho e perguntou se eu era casada, eu disse que não, em seguida ele disse você tem criança e não é casada? Eu falei não sou casada porque separei pois eu era infeliz, e então ele disse porque meu exmarido não era feliz comigo se eu era tão bonita, mas ai disse que eu que era infeliz pois ele me tratava mal, ai ele disse que entendeu, e eu falei pra ele que eu tenho um namorado, ele falou eu tenho namorada tbm. Kkkkkk falou que estuda artes e tal, depois pediu pra mim mandar uma foto do meu namorado…. Kkkk ve se eu posso com isso. Porque será que ele queria foto do meu namorado?

    Curtido por 1 pessoa

  6. Olá! Meu nome é Sofia e tenho 16 anos. Fazem alguns meses que eu comecei a me interessar em aprender inglês, e percebi que a maneira mais eficiente é tendo contato com a língua todos os dias. Uso muito o aplicativo WhatsApp e me perguntei: será que existe grupos em inglês de WhatsApp?
    Pois bem, vasculhei a internet e encontrei vários grupos, e decidi entrar em alguns. Foi aí que tudo começou.
    Inicialmente, entrei num grupo onde a maioria eram americanos, brasileiros e indianos. Sim, indianos. Indianos esses que começaram a me chamar no privado, quase todos. E eu comecei a falar com eles. No começo achei legal conhecer uma nova cultura e tals, mas depois de um tempo começou o meu problema. Tudo começou com um “I Love you” de um indiano. E eu estranhei. Estranhei muito! Porque eu conhecia aquele cara há menos de uma semana. Como alguém pode começar a amar outra pessoa em menos de uma pessoa? Então, eu insisti em dizer que eu não o amava. Que eu queria apenas amizade. E assim começou. O que era de um, começou a vir de 2, 3 6, 8, 14…. meu whatsapp começou a ficar sobrecarregado de tantos caras indianos que me “amavam”. E eu pensei: então é assim? O amor é tão rápido assim? Eu não aguento mais isso.
    Então, saí de todos os grupos que eu tinha de inglês para evitar mais problemas. Mas, o estrago já tinha feito. Meu número já estava com vários indianos, que depois vieram paquistaneses, e muito mais. Todos dizendo que me amavam em menos de 2 dias de conversa. Até que chegou um dia que eu me irritei com eles, pois eu dizia que não amava eles e eles continuavam insistindo, insistindo e insistindo… e sempre pedindo fotos, selfies minhas de agora, eu já não aguentava mais. Eu não gosto de ficar tirando fotos, mas eles não entendiam! Eles queriam porque queriam selfies e mais fotos minhas, e eu dizia que não ia tirar, mas a minha opinião é que nem bosta pra eles. Recebi várias fotos dos “países baixos” de alguns, que também pediam pra que EU mandasse também… eu bloqueava na hora.
    E foi o que eu fiz. De tanto não aguentar mais os pedidos de selfies, as “declarações de amor” e os nudes, bloqueei TODOS os meus contatos indianos. Simplesmente TODOS!
    Eram muitos, mas consegui. E tive algumas semanas de paz. Até que tudo começou de novo.
    Eles trocaram de número. Meu Deus, eles trocaram de número…
    E eu dizia: CARA, VOCÊ É IRRITANTE! PARE JÁ COM ISSO!!
    Já cheguei a pensar que as mensagens não chegavam neles, porque eles simplesmente não liam. Parecia que eles não liam as mensagens mesmo!
    Mas, depois de um tempo, pesquisei na internet e o termo “girlfriend” e “boyfriend” e “I love you” poderiam ser usados como amigo mesmo. Doce ilusão.
    Comecei a mandar “I love you too”, “Yes, i’m your girlfriend”, “I have much boyfriends” para todos os meus contatos internacionais. Foi uma chuva de “amor”.
    Até que comecei a receber aquelas imagens com frases prontas de amor em inglês, urdu, hindu… eu não entendia nada, e dizia que não entendia para eles, mas eles continuavam mandando! Já pensei “ou eles são burros ou não leem as minhas mensagens mesmo!”.
    Teve uma época que eu instalei um app chamado “imo” que era pra fazer chamadas de vídeo. Pra que, meu Deus, PRA QUE??
    Aquilo foi uma chuva de indianos e árabes que eu nunca vi na minha vida. Meu celular quase foi pro beleléu por causa daquele inferno. Tive que desinstalar 1 dia depois de instalar e ainda depois ter que dar satisfação de por que eu desinstalei o app e ter que aguentar o pessoal que me enchia o saco dia e noite pra eu instalar de novo aquela desgraça. Mais uma chuva de bloqueados.
    Hoje em dia, tenho um africano, um paquistanês e vários indianos “morrendo de amores” por mim. Bom, pelo menos, os nudes e pedidos de nudes pararam um pouco. Mas tinha épocas que alguns diziam pra eu beijar eles na boca, no corpo e nos países baixos. Assim não dá!
    Não sabia que aprender inglês seria uma tarefa tão difícil e complicada. Hoje em dia, eu lido com o idioma todos os dias, mesmo tendo que aturar essa galerinha.
    Pelo menos o horário local de lá é diferente daqui. Quando aqui é 3 da tarde, lá é meia noite. Daí tenho sossego até às 10 da noite.

    Curtido por 1 pessoa

    1. Oi, Sofia!! Obrigada pelo seu depoimento. Pois eh..lamento que voce tenha encontrado esse tipo de indianos na internet, mas infelizmente, eles sao maioria e estao online pra passar o tempo mesmo, ja que aqui as coisas sao bem mais rigidas e ver um “nude” nao eh tao facil assim. Acho que voce deveria buscar outros sites mais serios para praticar ingles, ainda mais porque muitos indianos que estao online tem um ingles pessimo! Em relacao a dizer “eu te amo”, para eles eh a mesma coisa que dizer” eu gosto de voce” ou “gostei de voce”. Mas, que da uma raiva quando eles mandam esses “eu te amo”….ah, isso dah! Hahahaa..Um abraco e parabens pela paciencia!!

      Curtir

  7. Sou casado portanto sei o desafio que é. Mas pior que divorcio é casamento infeliz. Quem pensa em casamento com qualquer estrangeiro/a, deveria refletir a diferença entre guarda de filho, divorcio, violencia domestica e tudo o mais, entre conjuges do mesmo pais, ou entre estrangeiros. Pesquisem numa embaixada o que acontece nesses casos. Qual o valor e direitos da mulher nos paises citados. Leis religiosas severas, costumes hostis. A mulher, principalmente, sofreu desde sempre, e finalmente, conquistou mais liberdade e igualdade. Voce trocaria suas conquistas por um casamento com um brimo ou indiano ? Podem polemizar ou compreender, meu alerta eu fiz.

    Curtido por 1 pessoa

    1. Ola, Marcos!!Obrigada pelo seu comentario e alerta!! Concordo em numero e grau contigo. Eu sempre falo para as meninas progredirem e nao regredirem, indo para um lugar onde elas nao poderao nem trabalhar. E, mesmo que possam, a familia nao vai deixar, porque em muitos lugares eh “status” a mulher ficar apenas em casa. Um abraco e tudo de bom.

      Curtir

  8. Adorei!! Eu acho que por serem exóticos é uma ótima resposta. Nem eu sei..fico me perguntando mas não encontro a resposta. E não é só brasileira, o que eu vejo de gringa americana e europeia apaixonada por indiano ..já perdi até as contas! Eu acho que a mulher que se envolve com um indiano, paquistanes ou arabe está procurando estabilidade, depois de tantos lares desfeitos no Brasil e tanta mãe solteira (porque muito brasileiro, não estou generalizando, mas faz filho depois não assume, foge, sai correndo ou então assume a criança e não casa com a mulher) por isso ela procura alguém pra cuidar da família, companheiro, parceiro, macho..mas é uma ilusão e não é garantia de nada porque enquanto procuramos estabilidade eles procuram a liberdade que nunca tiveram.

    Curtido por 1 pessoa

    1. Oi, Star! Obrigada pelo comentario!Sim, eu tambem ainda nao encontrei a resposta, mas eu acho que quando o indiano (arabe, paquistanes, turco etc) fala a palavra “casamento” ou diz “quero que voce seja minha esposa”, elas perdem o chao e saem de si. Entendo bem, porque ja passei por isso mais de uma vez. Na primeira, foi uma decepcao enorme, tanto que na segunda vez que ouvi sobre “casamento”, nem levei a serio. Deve ser por isso que me casei com ele. Hahahaha..Beijos!

      Curtir

  9. Pois é, essas [risca] pragas {/risca] me perseguem. hahaha Tantos indianos quantos paquistaneses.
    Nunca conversei com alguém mais distante que esses dois países vizinhos, nem pra ser um iraniano pelo menos. Sikhs deveriam ser mais “civilizados” são piores que os brasileiros e já pedem logo um foto hot. Quando tô de tpm mando hot dog pra eles. Os brasileiros faltam algo, talvez faltam para eles curry e aqueles sotaques a qual me derreto. ><

    Curtido por 1 pessoa

    1. Kaakakaka…Ai, Harumi chan..voce eh uma figura!!Mas, entendo perfeitamente: falta mesmo uma masala e mais alguns centimetros de nariz nos brasileiros!! Na epoca que eu conversava na internet, por incrivel que pareca, os caras mais bacanas e respeitadores eram os indianos, sabia? Quando comecavam com a palhacada, eu ja mandava pastar e bloqueava! Calma…seu “Abbas” vai aparecer!!!

      Curtir

      1. Queria essa sorte, nenhum indianos e paquistaneses foram respeitadores. O pk a qual eu brigo a gente se entende nas brigas hahaha Briga, após 2 semanas ele vem atrás, eu não corro mais.
        Já conversei com vários paquis pelo audio, mas só esse que eu brigo tem o sotaque fofo. ^^

        Curtido por 1 pessoa

      2. Sim….eu tambem tenho um “fraco” por sotaques, mas se eles te desrespeitarem, manda todos pastarem! Eles jamais fariam isso com uma paquistanesa ou indiana. E, que diferenca ha entre voces? Voce eh mulher e merece tanto respeito quanto qualquer uma delas, independente da religiao ou costume. Um abraco, Hah!

        Curtir

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s