Japonesa é vítima de golpe em Mumbai, Índia – Parte final

japanesetourist2Olá, pessoal! Tudo bom?? Continuando com a triste estória da nossa amiga japonesa que foi enganada aqui em Mumbai…. Bom, tudo parecia muito bom para ser verdade, já que a empresa estava oferecendo muitos benefícios como carro com motorista até nos fins de semana. Porém, aos poucos, a verdade foi se revelando e as máscaras foram caindo. Passaram-se quase dois meses e ela ainda não tinha sido registrada no escritório da imigração em Mumbai. Vale lembrar que este é um procedimento obrigatório para todo estrangeiro e essencial para que ele possa abrir conta em banco, obter seu Pan Card,etc. A grande desculpa para isso é que ela ainda não tinha um endereço fixo, já que quase depois de 1 mês, ela ainda não tinha achado um apartamento que lhe agradasse.

 ??????????

Realmente, achar um apartamento que agrade por um preço justo é praticamente impossível aqui em Mumbai. As desculpas eram muitas e, mais de um mês passou e além do registro não ter sido feito, ela também não recebeu o primeiro salário. No dia que ela deveria receber o salário, o chefe, loudo e pilantra, deu uma suspensão a ela alegando que ela não estava se comportando devidamente. Isto, claro, para não pagar o salário.

Além de todos este empecilhos, o pior é que o chefe começou do nada a traçar cada passo dela e a checar todos os emails. Nisso, ele descobriu que ela havia encaminhado quase todos os emails dele para mim. O motivo era porque ela estava se sentindo acuada e com a privacidade totalmente invadida. Este lance de privacidade é muito sério no Japão e o senso de privacidade que eles têm difere do que temos no Ocidente. Portanto, para ela, a coisa pareceu ainda pior! O barraco já estava montado e decidimos fazer uma reunião para apaziguar os ânimos. Tudo correu bem e o chefe demonstrou que iria cooperar com ela, assim como ela com ele.

Mas, uma semana depois, a coisa já começou de novo, ainda mais forte: emails da parte dele ameaçando cortar os benefícios que a empresa havia dado, cortar a ajuda moradia, etc. A japonesa começou a entrar em pânico (de verdade) e num domingo, ligou para cá chorando desesperada. Estava com medo de ele ser um psicopata e acabar entrando no apartamento dela e fazer algo. Se vocês tivessem visto o teor dos emails, também teria ficado impressionados com a audácia e mau-caráter do cara. Como isto tudo já estava afetando a saúde dela e a empresa estava fazendo tudo o oposto do que estava escrito no contrato, eu e meu esposo sugerimos a ela que procurasse o Consulado do Japao. E, assim foi feito.

O atendimento que tivemos no consulado foi simplesmente magnífico e na mesma hora eles se ofereceram para comprar a passagem dela de volta ao Japão, já que segundo o próprio cônsul, seria perigoso continuar aqui. Porém, como ela não havia sido registrada na imigração, provavelmente ela não poderia deixar o país e seria barrada na própria imigração do aeroporto. Sendo assim, o consulado escreveu uma carta e pediu que a imigração emitisse o tal do EXIT PERMIT. Mas, para isso, a imigração pediu uma série de documentos os quais conseguimos com a ajuda do dono do apartamento para o qual ela havia se mudado. Sendo assim, no domingo passado, dia 23 de Março, nossa amiga voltou ao Japão. Graças a Deus, ela conseguiu sair do país, mas o trauma foi imenso, ainda mais por que ela amava a Índia e tinha diversos sonhos para realizar aqui. Hoje, ela está ainda se recuperando, mas devido ao trauma e ao stress destes dois últimos meses, ela está apresentando febre e dor de cabeça constantemente desde que voltou ao Japão. Tem coisas na vida que não temos como explicar porque acontece, mas devido a este caso, fica aqui registrado o nosso alerta também aos brasileiros chamados para trabalhar na Índia. Claro que é difícil saber se não é um golpe, mas há algumas coisas que podemos verificar para evitar cair nessa:

indiawork

1. Procure saber se sua empresa está registrada no Ministry of Corporate Affairs. Basta colocar o nome da empresa e eles vão te mostrar se ela é registrada perante o governo indiano ou não.

2. Fique atento ao contrato e leia com muita atenção, principalmente sobre a parte de quebra de contrato ou cancelamento de contrato.

3. Procure saber se tem mais outro brasileiro ou estrangeiro trabalhando na mesma empresa e peça o email de contato desta pessoa.

4. Fique atento se a empresa demorar muito para enviar papéis para o visto ou se demorar muito para te enviar as passagens ou marcar sua data de chegada à Índia após você ter tirado o visto.

Aqui na Índia há muitas oportunidade de trabalho e eles pagam ótimos salários a estrangeiros. Porém, fique de olho e qualquer coisa, manda um e-mail pra gente! Esperamos, de coração, que isto não aconteça com mais ninguém, mas sabemos que pilantragem e safadeza existem no mundo todo e que ninguém está imune. O que aconteceu com o pilantra? Já que colocamos a boca no trombone e a comunidade japonesa em Mumbai é pequena, ele começou a perder todos os bons contratos e clientes de uma só vez e semana passada, mandou mais um e-mail ameaçando minha amiga e colocou até meu nome no e-mail, dizendo que vai me colocar na justiça por conspiração criminal. Nem me abalei, já que temos todas as provas de que ele sim foi o safado da estória. Ele não pagou o dono do apartamento nem o agente que apresentou o apartamento. Ficamos sabendo isso pelos próprios. Ele também enviou um e-mail para a minha amiga com todos os gastos do mês e disse que tinha deduzido tudo do 1o salário dela, portanto ela estava já em débito com a empresa. E, ainda tem o fato de ele usar vários carros e táxis com a placa de Delhi e não a de Maharashtra, fato que foi notado por um cliente japonês e para o qual ele não teve uma reposta decente para oferecer. Ou seja: Ele é quem deve temer e não nós. Sinceramente espero que ele não mude de novo o nome da empresa e que não faça mais uma vítima oferecendo emprego e fazendo esta pessoa mudar de páis para cair num muito bem planejado golpe.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s