Pretinho não tão básico assim

pretinhobasico

Este post foi inspirado por um acontecimento que ocorreu quando visitamos um templo anteontem.

Minha colega espanhola queria conhecer os bairros muçulmanos e, como era feriado, me ofereci para ir junto. Ela ainda me disse: – Olha, hoje escolhi esta túnica mais longa e estilo indiano caso entremos em alguma mesquita.

Perfeito!– pensamos. Estávamos nós andando pelas ruas quando avistamos um templo jainista. (leia mais sobre o Jainismo em nossos posts antigos). O templo era pequeno e abarrotado de gente. Mas, decidimos entrar para visitar, coisa que sempre fazemos. Ao entrarmos e subirmos a escada, o guardinha gritou: – ‘ Ei, você!’ – Imaginei que ele não estivesse falando comigo e ignorei, mas novamente ouvi a mesma frase e neste momento, olhei para ele novamente, que me disse que minha amiga não poderia entrar.

Achei um absurdo, pois achei que não quisessem deixá-la entrar por ser estrangeira e, provavelmente, não praticante da religião. Porém, não era este o motivo, mas….a TÚNICA!

Ou melhor: a cor da túnica! A túnica era preta e, segundo ele, era proibido entrar de roupa preta naquele templo. Meu Deus! Nunca tinha ouvido isso! Sendo assim, ela ficou do lado de fora e, eu entrei, já que minha túnica era colorida e com essa cara, eles jamais iam imaginar que de jainista eu não tenho nada!

Ficamos imaginando o porquê da cor preta e quando cheguei em casa, perguntei ao meu esposo, que também não sabia responder, já que na região onde ele nasceu e foi criado, não há nenhuma regra para entrar em templos, exceto tirar os sapatos.

jainrules_2

Após uma breve consulta ao Google, acabei descobrindo o que já imaginava: a cor preta é realmente proibida em templos jainistas e em alguns templos hindus, também, justamente por superstição. Porém, ainda não faz muito sentido para mim, já que um dos objetos mais adorados neste país, a linga de Shiva, é totalmente negra!

Porém, também descobri que há alguns templos no sul da Índia dedicado a certos deuses onde SÓ se pode entrar vestido de preto, como o  Templo Sabarimala, em Kerala.

Ou seja: A mesma regra não se aplica a todos os templos. Por isso, o melhor é pesquisar antes de viajar. No nosso caso, não deu, porque foi algo totalmente inesperado. Mas, fica aí a dica!

Um abraço e Namaste para todos!

Anúncios

2 comentários sobre “Pretinho não tão básico assim

  1. É estranho mesmo eles são muito supersticiosos em relação a cores, mas acho que o que ocorreu com sua amiga poderia acontecer algo parecido aqui se ela tentasse entrar numa igreja evangélica vestida de vermelho e preto (seria chocante para os fiéis)

    Aqui em casa, por exemplo, tem 2 dias da semana que não uso azul escuro nem preto porque, segundo o marido, elas mudam as energias porém semana passada coloquei um vestidinho branco e meu esposo pediu para colocar uma roupa “mais alegre, colorida” heheh acho que a cor que tem menos objeções na Índia é o vermelho..o que você acha?

    Curtido por 1 pessoa

  2. nossa que pena rsrs perder o passeio por causa de uma túnica, ao menos agora sua amiga vai passar a carregar uma túnica diferente na bolsa para visitar templos 😉 tudo nessa vida é aprendizado, também não sabia sobre essa particularidade jainista…

    Abraços!

    Curtido por 1 pessoa

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s