Cristãos na Índia – 2a parte

Olá, amigos do Tabibitosoul! Vamos à 2a parte do especial Cristãos na Índia. Hoje vou abordar uma das perguntas que mais me fazem desde que cheguei aqui:

cross-india

Os cristãos são perseguidos na Índia?

Novamente, venho contar a minha experiência. Antes de morar em Mumbai, eu morei em Uttar Pradesh, numa região que é 98% hindu. 2% muçulmana, sendo que os muçulmanos viviam em outro bairro. Onde eu morava, era só hindu e quando se fala do norte da Índia, a coisa é bem mais intensa e bem menos tolerante que em Mumbai. Lá as pessoas realmente seguem o hinduísmo, com todos os seus rituais, vão ao templo pela manhã ou rezam em casa, mas, desde cedo, não deixam de cumprir todos os rituais. Rezam no final da tarde também, fazem jejum em alguns dias do mês para seu “deus” predileto, dão oferendas aos deuses, tocam a cabeça da vaquinha e depois passam a mesma mão em sua própria cabeça para serem abençoados, etc, etc. Pois é. Foi exatamente neste local que eu passei meus primeiros meses na Índia.

Se eles sabiam que eu era cristã? O bairro inteiro sabia!! Todo mundo sabia que eu vim do “West”, portanto, na cabeça deles, vir do ocidente significa, automaticamente, ser cristão. E, como a religião é algo muito importante por aqui, geralmente uma das primeiras perguntas que me faziam era: – Você é cristã? Ou – Você acredita em Deus?

Na cabeça deles, se você acredita em Deus, você é uma boa pessoa. Um dia, as adolescentes da vizinhança me chamaram para ir ao templo do bairro. A tia delas disse que eu era cristã e talvez não quisesse ir, mas como eu não tenho a mentalidade da maioria dos cristãos denominacionais, eu disse que não via problema algum e elas ficaram surpresas e, claro, felizes. Lá, me explicaram alguns rituais, me apresentaram pro pandit (uma espécie de padre da religião hindu) e foi uma experiência interessante. Ainda mais para quem gosta de conhecer e saber mais sobre as práticas de fé, como eu.
Nos 3 meses que vivi naquela cidade do interior da Índia e no meio dos hindus, não encontrei problema algum, somente muito carinho e atenção das pessoas. Mas, se eu fosse muçulmana, acredito que eles não fossem me tratar com tanto carinho assim, já que o problema entre hindus e muçulmanos é muito antigo e complexo.
O maior exemplo é a minha família indiana. Quando eu e meu esposo, na época meu noivo decidimos nos casar, algumas pessoas da família (na maioria homens), foram contra e um dos tios do meu esposo disse que eu era cristã e que eu iria matá-lo se ele não se convertesse à minha religião, etc. Quanta tolice, não? Mas, muita gente ainda vê os cristãos com essa imagem, se que matam pessoas que não querem se converter. Então, uma parte da família foi contra o casamento sim. Mas, não só pelo fato de ser cristã, mas por não ser indiana, eu acredito. Casamos em meio aos trancos e barrancos, mas graças a Deus, hoje, a paz reina. Hoje meus sogros são os primeiros a vir em minha defesa quando alguém tenta falar ou insinuar alguma coisa. E claro, estão doidos para colocar meu sobrinho em uma escola cristã, já que elas são consideradas as melhores aqui na Índia. Mas, pasmem: Apesar de a escola ser cristã, não se tem aula de religião. Ou melhor: de Cristianismo. Não se tem aula de nenhum religião. O único local que ensina religião aqui são as Madrassas, as escolas para crianças muçulmanas. Se os pais quiserem que a criança aprenda sobre a religião da família, eles devem enviá-la para alguma escola dominical (no caso dos cristãos) ou para algum cursinho nos templos etc.

Apesar dos olhinhos puxados, eles são indianos sim!
Apesar dos olhinhos puxados, eles são indianos sim!
Faixa da escola bíblica em língua tamil (sul da Índia)
Faixa da escola bíblica em língua tamil (sul da Índia)

Muita gente me pergunta também sobre os cristãos que são mortos e perseguidos na Índia, já que segundo a Missão Porta Abertas, aquela revista que todo candidato a missionário gosta de ler, diz que no ranking dela, a Índia é um país onde os cristãos são mais perseguidos.

Vamos á algumas das notícias publicadas por eles:
https://www.portasabertas.org.br/noticias/2013/02/2042788/

https://www.portasabertas.org.br/noticias/2013/10/2761993/

Você também encontra algumas notícias deste tipo no site daquela que é a pioneira em notícias indianas, a professora Sandra Bose, do Indiagestão: http://indiagestao.blogspot.in/search?q=cristao

Uma coisa que vale comentar é que pregar nas ruas é proibido na Índia, seja você hindu ou não. Sabe aquele tiozinho que volta e meia a gente vê no meio das praças no Brasil pregando o evangelho e pedindo para todos se arrependerem porque Jesus está voltando? Não dá mesmo para imaginar esta cena aqui. Aqui é cada um na sua e Deus por todos quando o assunto é religião. Eu não me meto na sua e você não se mete na minha. Eu não vou no seu templo e você não vai na minha mesquita. E assunto encerrado. Isto, claro, em Mumbai, onde as coisas (e pessoas), podemos dizer, são mais civilizadas.

Claro que geralmente estas notícias não chegam ao conhecimento do grande público, mas uma característica comum a todas estas notícias: Todos estes ataques e perseguições aconteceram em vilarejos nos confins da Índia. O primeiro, é uma vilarejo que fica aqui no estado de Maharashtra, mas eu (e a maioria, com certeza) jamais deve ter ouvido falar. Portanto, acredito que onde não há acesso à educação, provavelmente fica muito difícil de aprender a conviver com as diferenças. Por isso mesmo, na primeira reportagem o rapaz disse: “Se querem adorar o seu deus, vão para Mumbai”! É bem por aí mesmo. Cidades grandes são mais tolerantes não só às diferenças religiosas, mas também à outras diferenças culturais e étnicas, das quais a Índia está cheia.No meu prédio, temos hindus, temos muçulmanos e temos algumas famílias cristãs. E, todos se dão muito bem e as crianças sempre brincam juntas lá fora. Mas, estamos falando de Mumbai, né?

E, claro que a notícia é sempre dada a partir do ponto de vista de quem escreve. Não podemos esquecer disso. Mas, se existem conflitos entre hindus e cristãos? A resposta é SIM, mas em regiões isoladas e em vilarejos no Kerala, Orissa e em outras partes do país, geralmente no Sul da Índia. E, saiba que a situação é muito pior aqui e em qualquer canto da Índia se você é muçulmano. Para os cristãos, a coisa ainda está boa! E, com o novo governo, liderado pelo primeiro ministro Narendra Modi, cujo ódio por muçulmanos é mais que óbvio, não creio que os cristãos estejam no alvo dele. Pelo menos, por enquanto.(rs) Claro que sabemos que o partido dele é hindu hardcore, assim como ele, mas o ódio deles pelos muçulmanos é tão grande e explícito que enquanto eles não derem um jeito nos muçulmanos na Índia, eles não vão sossegar. Mas, se ele é hardcore hindu, com certeza, não deve tolerar o Cristianismo, também. Mas, por enquanto, a coisa ainda se mantém calma. Se algo mudar durantes estes anos de governo, eu conto pra vocês.

bibleschool3

Hindus que se converteram ao Cristianismo

Rajiv Gandhi, ex-primeiro ministro indiano, foi morto por um homem-bomba em 1991 enquanto fazia suas campanhas políticas.
Rajiv Gandhi, ex-primeiro ministro indiano, foi morto por um homem-bomba em 1991 enquanto fazia suas campanhas políticas.

Sim, claro que há hindus que se converteram ao Cristianismo. Uma coisa que vale ressaltar aqui é que a maioria dos hindus que se converteram para o Cristianismo, são da mais baixa e discriminada casta da Índia. Muitos se converteram justamente pela ideologia do Cristianismo, que prega que todos nós somos iguais e amados por Deus. Quer coisa melhor que isso para quem já nasceu sendo repudiado e ensinado que é sujo, de baixa casta e deve ser menosprezado? Nesse ponto, claro, o Cristianismo sai ganhando, com certeza.
E, o hinduísmo não aceita conversões.Para os hindus, você nasce hindu e não tem como se tornar um. – “ Ué?Mas e os estrangeiros que viraram pandits e sacerdotes?” Você pode seguir o hinduísmo, mas não será considerado um hindu legítimo. Geralmente, quem se converte a uma nova religião segue muito mais à risca do que quem já nasceu em família hindu e o mesmo acontece com cristãos e muçulmanos.
Para a maioria dos hindus, se converter a uma nova religião é uma espécie de traição e é coisa séria. Não é que nem no Brasil onde muita gente se converte e, por mais que as família torçam o nariz no início, sempre acabam dizendo: – “Se você está feliz assim, isso é o que importa!”. Essa estória não cola por aqui. Tenho uma colega indiana criada em família hindu, gujarati (eles são hardcore hindus e vegetarianos) e que se converteu ao cristianismo. A família ficou chocada, o pai disse que não a perdoaria nunca, mas agora, parece que está tudo bem e o pai até já aceitou o noivo dela, que também é cristão, da mesma igreja.

bible

Realmente a questão da religião aqui na Índia é algo complicadíssimo. Se você pretende vir morar na Índia, procure vir para cidades grandes como Delhi, Mumbai, Chennai, pois encontrará mais liberdade religiosa. Se você pensa em vir como missionário e converter os indianos, vai ter que ser bem perseverante, pois por mais bela que a mensagem do evangelho seja, você vai ter bater de frente com algo importantíssimo para eles: a tradição. E, a tradição incluiu a família, o vilarejo, os vizinhos, os amigos, etc. O indiano está sempre preocupado com o que a sociedade ou os outros vão pensar dele e da reputação dele e de sua família. A honra é algo muito importante aqui. Por isso, se você é candidato a missionário, não venha na animação ou empolgação. Venha na certeza e convicção de sua fé e com muito, muito amor, pois sem amor, não tem como pregar o evangelho nem na Índia e nem em lugar nenhum. Mas, antes demais nada, se prepare, estude muito inglês e, depois que chegar aqui, aprenda o idioma local. Leia muito sobre a história do hinduísmo, pesquise blogs e websites de cultura indiana e não perca o nosso próximo post sobre casamento entre hindu x cristão e outros grupos religiosos.

Aqui, vai uma lista da wikipedia dos hindus que se converteram ao cristianismo e, no topo da lista, um dos nomes mais famosos aqui da Índia: Rajiv Gandhi, ex-primeiro ministro cuja esposa Sonia Gandhi (italiana) e os filhos Rahul e Priyanka estão na cena política hoje, também.
http://en.wikipedia.org/wiki/List_of_converts_to_Christianity_from_Hinduism

Se não abordei algo que vocês gostariam de saber, podem escrever diretamente para mim no juinjapansince2007@gmail.com

Um abraço e tudo de bom!!!!

By Tabibito

Anúncios

Um comentário

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s