Ponte da vida ou da morte?

Olá, pessoal!Tudo bom?

Ando meio sumida, mas graças a Deus, é por uma boa causa: estava (e ainda estou) trabalhando bastante com traduções e o blog acabou ficando meio paradinho estas últimas semanas.Mas, vamos sacodir a poeira e voltar à ativa!

Já fazia algum tempo que não abordávamos assuntos relacionados a outros países da Ásia, o qual na verdade, é o propósito deste blog. Há algum tempo, publiquei sobre a alta taxa de sucídios no Japão e isso, posso afirmar com toda a certeza que é verdade, tendo presenciado vários atrasos de trens devido as tentativas de suicídio nas quais a vítima se joga na frente do trem em movimento.

Porém, uma notícia me chamou a atenção recentemente. Há um país o qual conseguiu ultrapassar o Japão neste quesito. Na verdade, este país já está conseguindo ultrapassar o Japão em vários sentidos. O país em questão é a Coréia e, infelizmente, tem chamado a atenção da mídia internacional não pela sua veloz modernização ou pelo hit Gangnam Style, mas sim, pelo crescente número de suicídios.

nogangna,

Há um número enorme de jovens estrelas coreanas que simplesmente decidiram dar um fim em suas vidas, deixando a família e uma legião de fãs desolados. Para a maioria, a depressão foi o fator crucial.

parkyonha
Park Yong Ha, um dos meus artistas coreanos prediletos, tirou a própria vida, chocando a mídia e os fãs.

Para ler mais sobre o suicídio das estrelas coreanas, leia este site em espanhol:

http://sazasuker.blogspot.in/2010/07/la-muerte-entre-las-celebridades.html

Mas, e no caso das pessoas que não fazem parte do mundo entertenimento? Porque a maioria dos suicídios na Coréia é cometido por jovens ou idosos? Há muitas teorias.

1. A enorme pressão dos pais, familiares e sociedade para que os jovens sejam os melhores e consigam um bom emprego.

2. A falta de tempo para um auto- conhecimento e auto-reflexão justamente por passarem o dia todo estudando.

3. No caso dos idosos, a dificuldade de acompanhar a modernização e a rápida mudança ocorrida em seu país.

Enfim…há inúmeras teorias, mas a verdade é que não se sabe o principal motivo.

Porém, o governo tem trabalhado bastante para erradicar o número de suicídios, fazendo campanhas preventivas e outras iniciativas, como a ponte da vida. Na verdade, a ponte em questão é conhecida como a ponte da morte. O nome da ponte é Mapo Bridge e fica em Seul. É o local predileto daqueles que querem dar adeus a este mundo. A ponte passa por cima do Rio Han, um dos cartões postais do país, cuja profundidade é enorme e cair nele, é ter certeza de que não conseguirá voltar.

hanbridge

Sendo assim, o governo começou a espalhar mensagens de apoio e fotos de bebês, jovens com amigos e famílias pela ponte, para ver se consegue fazer com que a pessoa volte atrás em sua decisão. Além das câmeras instaladas no local, instalaram um telefone onde você pode ligar e conversar com um dos conselheiros.

hanriver2Bridge of Life  1_0hanriver3

Após esta tentativa, parece que o número de suicídios diminuiu bastante no local. Porém, ainda continua altíssimo no país inteiro.

Uma das maiores indagações da mídia internacional é como a Coréia tendo um número enorme de cristãos protestantes consegue ser o país no qual mais as pessoas tiram sua própria vida.

Resgate de um rapaz que tentou se matar saltando da ponte
Resgate de um rapaz que tentou se matar saltando da ponte

Pois é…a questão fica aí no ar, para a gente pensar.

Separei um documentário sobre o tema. Está em inglês, mas dá para ter uma idéia do que acontce por lá.

Além deste, há um outro, sobre as estrelas coreanas que cometeram suicídio.

Que todos descansem em paz….se isso é possível.

by Tabibito

 

 

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s