Nova onda de estupros na Índia – O que pensar?

Olá, pessoal!

Vocês devem estar acompanhando as notícias sobre esta nova onde de estupros aqui na Índia, principalmente aquela onde duas adolescentes foram estupradas e enforcadas no interior de Uttar Pradesh, que ultimamente tem sido chamada de Horror Pradesh.

A foto que correu os 4 cantos do planeta
A foto que correu os 4 cantos do planeta

Sei que todas estas notícias assustam e enojam o mundo todo e aqui na Índia, não pensem que é diferente. Não pensem que aqui estupro é a coisa mais comum do mundo e aceito por toda a sociedade, como às vezes pode dar a impressão ao ler determinadas matérias. Este tipo de notícia também causa tristeza, revolta e, acima de tudo, vergonha nos indianos.

justicejustice2

Não pense que só as mulheres protestam contra os estupros. Os homens também estão indignados com tudo isso.
Não pense que só as mulheres protestam contra os estupros. Os homens também estão indignados com tudo isso.

Porém, conversando com alguns indianos, incluindo pessoas da minha própria família, a maioria tem uma teoria diferente em relação a esta nova onda de estupros. E, esta teoria faz bastante sentido.

Antes de mais nada, que fique bem claro que ninguém aqui acha estupro uma coisa banal. Eu fico chocada com as notícias e com o fato de a mulher sempre ter que pagar o pato por aqui. Mas, vamos a teoria.

Esta nova onda de estupros começou poucos dias após o novo governo ter assumido o poder. E, não foi só em um estado que aconteceu, mas em uma semana, dezenas de casos espalhados pelo país todo. Era ligar a tv ou abrir o jornal e dar de cara com mais um caso. Sendo assim, segundo esta teoria que me foi apresentada, estes estupros são todos forjados ou realmente planejados pelo partido político rival, para enfraquecer e desmoralizar o atual governo.

O novo e super aguardado primeiro ministro indiano Narendra Modi
O novo e super aguardado primeiro ministro indiano Narendra Modi

Pode parecer cruel para você? Mas é bem por aí mesmo. As coisas que fiquei sabendo que os políticos fazem por aqui, deixariam você de cabelo em pé. Por isso, pagar pessoas para estuprar mocinhas ou pagar as mocinhas para que digam que foram estupradas por aí, é fichinha perto do que eles são capazes de fazer.

Não estou dizendo que todo estupro aqui tem fundamento político, porque não tem, mas me refiro a esta última onda de estupros nos 4 cantos do país.

Acho que hoje, a Índia, infelizmente, causa nas pessoas, principalmente nas mulheres uma certa ojeriza, por tanta notícia ruim estar circulando na internet e na mídia internacional. Vejo algo parecido com a minha cidade, o Rio de Janeiro. As pessoas (até os brasileiros de outros estados) acham que vão pisar no Rio e automaticamente serem roubados, mortos ou sequestrados. Acontece isso lá?Sim, com certeza, mas se fosse tão horrível assim, ninguém moraria lá. O mesmo acontece com a Índia. As mulheres acham que se pisarem aqui serão estupradas pelo primeiro indiano que encontrarem pela frente.

Festival do estupro na província de Assam. Volto a falar disso em outro post.
Esta foto é falsa e foi publicada pela mídia ameriacana. Não existe nenhum festival de estupro e estupro é considerado crime aqui na Índia, também.Portanto, não se deixe levar pelo o que a mídia americana altamente tendenciosa e preconceituosa te oferece.

Assim como o Brasil é um país belíssimo, com gente fantástica  mas cheio de problemas políticos e sociais, a Índia também o é. Talvez até em uma escala maior. O país é lindo, berço cultural da humanidade, uma história riquiíssima, locais incríveis, comida maravilhosa, gente boa e receptiva, mas que, infelizmente, também não é perfeito e por ser um país em desenvolvimento, como o nosso Brasil, é alvo de rechaça da mídia, apresentando o povo como um bando de aborígenes e trogloditas.

Mais uma vez, insisto que não estou dizendo que estupros não acontecem aqui, mas o que quero mostrar para vocês é que estupros e crimes de cunho sexual acontecem em larga escala no Japão, mas a mídia de lá acoberta e a mídia internacional nunca fica sabendo. Eu morei lá um total de 7 anos e posso te dizer que sei muito mais de Japão do que de Índia. No Japão você encontra placas em todo canto escritas: “Chikan ni go chuui” (Cuidado com o tarado!), porque é algo amplamente praticado e de alguma forma, aceito pela sociedade, já que nenhum policial aparece por estas áreas. Então, se você encontrar o tarado por lá, a culpa é sua e não do tarado.

Traduzindo: Cuidado com o tarado
Traduzindo: Cuidado com o tarado
Tecnologia contra tarados: Alarme anti-tarado.
Tecnologia contra tarados: Alarme anti-tarado.

Já contei aqui que fui abordada por um tarado  em Osaka, em 2001 e quando reclamei no saguão do meu alojamento, o guardinha olhou para o relógio e disse: “- Também pudera….seis horas da tarde! isso é hora de menina direita estar andando na rua?”

País de primeiro mundo, tecnologia de ponta e mentalidade da idade da pedra.

Mais uma: Uma pesquisa recente apontou que no Sul da Africa, para cada 100,000 mulheres, mais de 27 sofrem algum tipo de abuso sexual por ano.

E os EUA? A maioria acha que lá é melhor que Índia e Brasil, mas não sabe que lá, a cada 45 segundos uma mulher sofre algum tipo de violência sexual. E, o pior: 6 entre 10 estupros acontecem geralmente na casa da vítima ou em algum local onde ela costuma frequentar, como casa de amigos, parentes ou vizinhos. Além disso, nos EUA, segundo a pesquisa realizada, uma mulher tem 10  vezes mais chances de ser estuprada do que de morrer em um acidente de carro.

Mas, quase ninguém divulga isso, né? Já parou para pensar o porquê?

Pois é, gente. Está mesmo na hora de começarmos a pensar e analisar os fatos que nos são apresentados pela mídia.

E, se você tem vontade de conhecer a Índia mas tem medo de que aconteça algo com você, eu insisto que venha sim. Primeiro, pesquisando bastante sobre os locais que quer conhecer e sobre a cultural local. Não adianta aparecer de shortinho em uma cidade do interior onde tem algum monumento bacana, pois aí, você é quem vai se tornar a atração turística do local.Segundo, procure fazer amizade com alguma indiana (e não indiano, apesar de estar cheio deles na internet), pois tendo uma amiga local que fale o idioma facilitará bastante as coisas e, tendo contato com alguma família indiana, também ajuda e muuuuito!

thekumars1

E, se incluir Mumbai na sua viagem, me mande um email que a gente se encontra para um café ou chai!

chai

No demais, após ter certeza de que estará segura por aqui e vai ter alguém a quem recorrer caso passe por algum perrengue, faça suas malas e óooootima viagem!!!!!!!

Um abraço a todos!

by Tabibito

 

 

 

 

 

Anúncios

3 comentários sobre “Nova onda de estupros na Índia – O que pensar?

  1. Oi , meu nome é Felipe .
    Meu Facebook é Felipe Holanda , sou de Paulínia interior de São Paulo.
    Se puder me retornar a mensagem , gostaria de conversar um pouco sobre a Índia , que seria melhor com alguém que já está ai .
    Atenciosamente !

    Curtir

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s