1 ano de Índia – Uma ode ao amor

india2

Os dias andam tão corridos e tantas coisas têm acontecido ultimamente, que acabei me esquecendo que esta semana, acabou de completar, exatamente 1 ano que deixei o Japão e me mudei de mala e cuia para a Índia. A razão, todos sabem: meu esposo indiano.

Sendo assim, no dia 20 de março de 2013, eu cheguei aqui para ficar.

A 1ª vez que vim à Índia, havia sido 3 meses antes, em dezembro de 2012, para conhecer um pouco do país e conhecer aquela que seria a  minha futura família.

Não tenho como descrever a emoção que senti quando o avião começou a descer e eu pude ver que já estava em solo indiano, mais precisamente, em Delhi. Sem exageros, quando eu avistei a cidade lá de cima, eu não sei o que aconteceu, mas comecei a chorar. Do nada, lágrimas começaram a rolar pela minha face eu não sabia muito bem o que era aquilo. Nem quando cheguei no Japão pela 1ª vez, em 2000, que era o grande sonho da minha vida, eu não senti algo parecido.

culturaldiversity

Quando cheguei para morar de vez na Índia, eu sentia como se estivesse voltando para casa após muito tempo. A Índia, de um modo geral, havia mexido comigo e eu estava apaixonada pelo país. Amigos brasileiros, não fiquem com ciúmes. Eu continuo amando o nosso Brasil e acho que hoje só consigo ver a vida deste jeito, graças ao fato de ter nascido e sido criada no nosso impávido colosso.

indian woman1

A nossa primeira casa na Índia, foi em Uttar Pradesh, estado super conservador e onde, algumas vezes, te faz sentir como se tivesse viajado no tempo. Porém, lá, encontrei pessoas simplesmente maravilhosas e me senti amada desde o meu primeiro momento. Quando cheguei na casa, as crianças vizinhas já sorriram para mim e, no dia seguinte, começaram a bater na minha porta para a gente “brincar”!!Que fofos, né?

Os Khap originais

Na noite seguinte, os proprietários da casa que alugamos nos chamaram para jantar com eles, o que seria um jantar de boas-vindas. Naquela época, a minha relação com a primenta não era muito boa. Então, a cada mastigada, um copo de água para acompanhar! Mas hoje, a pimenta e eu nos damos super bem e até sentimos falta uma da outra!

Viver em Uttar Pradesh me fez descobrir o quanto podemos ser felizes com uma vida mais simples. Até hoje sinto saudade da vaquinha que toda manhã vinha na nossa porta para pedir comida. Sinto falta dos vizinhos vindo várias vezes ao dia na minha porta para trazer algum quitute. Sinto falta dos vizinhos correndo e gritando para eu fechar as portas e janelas porque tinha macaco no telhado!

monkey

Foram 3 meses inesquecíveis e quando saí de lá, lágrimas rolaram, literalmente. Eu e meus vizinhos nos abraçamos e choramos todos juntos, como num grande filme indiano!

Mas, agora era a vez de Mumbai. Mumbai é intensa, alegre, vívida. Não pára um minuto. Te deixa extremamente cansada, mas basta olhar para o belo Mar da Arábia que banha a cidade, para esquecer de todos os seus problemas.

mumbaicstDSCN7018

Mumbai é casa da maior favela do mundo. Também é casa de mais de 10 dos maiores bilionários do planeta!É um Rio de Janeiro mais caótico, mais sujo e mais desorganizado. Porém, tem algo aqui apaixonante. Eu hoje não consigo me imaginar morando em outra cidade que não seja Mumbai.

1 ano se passou. A Índia tem milhares de problemas, como todos sabem. Mas, as pessoas aqui tem alegria. Você vê mendiogos o tempo todo em Mumbai. Mas, eles, em sua maioria, estão em família e estão rindo, conversando, brincando com seus filhos. As crianças, por sua vez, estão brincando, beijando as mães, pulando…Cada vez que os vejo, me lembro dos meus alunos e dos estudantes do Japão, que têm tanto, mas nunca esboçaram um sorriso como o das crianças daqui.

child smiling

Mumbai é a cidade dos contrates. Mas, é uma cidade que te faz olhar para si mesmo, olhar para Deus e ser grato pelo o que você tem. É um lugar que me faz olhar diariamente para mim mesma e refletir sobre o que é a vida. Aqui eu me sinto viva, me sinto amada e parte do todo.

A Índia, talvez, tenha sido a mais grata surpresa da minha vida. A Índia que me deu o meu esposo, me deu uma nova carreira, uma nova família, uma nova língua. A Índia que me proporciona tantas emoçoes e aprendizados a cada dia. A essa Índia, eu dedico todo o meu amor. E que eu possa viver todos os meus dias neste país inesquecível, se bem que uma vida só não basta para conhecê-lo.

keepcalmindia

Aqui, a minha homenagem aos dois países do meu coração: Primeiro, ao que me formou. E, segundo ao que está me aperfeiçoando.

Um abraço e até a proxima!

by Tabibito

Anúncios

7 comentários

  1. Hey, sei que o post foi sobre a Índia, mas vim comentar aqui por ser o post mais recente, então… Eu gosto muito do Japão e da ideia de morar em diversos países, como vc faz, e eu queria muito aprender japonês, mas não tenho a mínima ideia de por onde começar, então, se tiver alguma dica que possa me dar, eu agradeço desde já =] Ah, e a propósito, ótimo blog.

    Curtir

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s