A Índia e sua diversidade linguística

india-map-languages
Se você ama idiomas como eu, a Índia é um dos roteiros mais indicados para você. Como a maioria deve saber, aqui há 22 línguas que possuem status de língua oficial, fora centenas de outras (segundo alguns, o número chega a quase 400) que são usadas por um número menos expressivo de falantes.
A inspiração para escrever este post me veio hoje pela manhã, quando enfrentava o trem para ir à minha amada aula de hindi. Algumas estações depois, entra uma senhora de meia idade e pára ao meu lado. Assim que o trem parte, ela rapidamente abre um jornal. Estamos em Mumbai. Provavelmente o jornal deve estar em hindi, certo? Não. Marathi, então! Também não.

telugo
telugo

Era um jornal em telugo, o idioma de Andhra Pradesh (um dos estados indianos). Pois é.
Se eu entendo telugo? Quem sabe um dia, depois que eu estiver afiadíssima no hindi, mas antes disso ainda vem o urdu e sânscrito. Mas, pelo menos, dá para reconhecer quando é uma língua ou outra.
Vamos ver alguns exemplos de jornais que circulam pelo país em seus mais diversos idiomas.

gujarati
gujarati

 

Hindi
Hindi

 

Kannada
Kannada

 

Malayalam
Malayalam

 

Punjabi
Punjabi

 

Tamil
Tamil

 

Urdu
Urdu

E, esse é o dia-a-dia na Índia, principalmente em Mumbai, onde todas as tribos se encontram. A diversidade religiosa, étnica e linguística aqui é impressionante.
Vou dar um pequeno exemplo: Os meus vizinhos de frente moram em Mumbai, mas a esposa é de Andhra Pradesh e o marido, de Tamil Nadu. Os filhos nasceram em Mumbai.
Então, em que idioma eles se comunicam? Em todos, tendo como base o inglês! Eles falam hindi, algumas coisas em marathi, os idiomas maternos de cada um (tamil e telugo) e o inglês.
Aqui em Mumbai, por exemplo, por causa da localização geográfica, há muitos gujaratis. Gujarati é o nome de um próspero estado aqui da Índia cujo idioma é o Gujarati, apesar de quase todos entenderem e falarem o hindi. Alguns nasceram em Mumbai, mas os pais são de Gujarati. Então, na família, eles também incluem a cultura e a língua gujarati no seu cotidiano.
Interessante, não?
Um das coisas que eu mais amo aqui é esta liberdade. Liberdade de poder ser quem você realmente é. De poder falar a sua língua sem vergonha. Coisa que, infelizmente, me estressava muito no Japão.
Aqui, se eu começar a falar em português com algum brasileiro, ninguém vai me mandar ficar quieta ou dizer que fica nervoso de ouvir alguém falando em uma língua que não é a sua. No Japão, já me mandaram calar a boca porque eu estava falando em português. E, quando não mandavam calar a boca, os olhares à sua volta já diziam tudo.
Outro dia, presenciei algo interessante. Fomos a um jantar da empresa e, eu peguei o táxi junto com meus colegas japoneses. As instruções para o motoristas foram dadas em hinglish (sim, hindi misturado com english) e, entre nós, estávamos falando em japonês. Você acha que o motorista fez cara feia ou reclamou? Foi nesse momento que eu percebi que a tolerância e a aceitação daquilo que é diferente de você é bem maior aqui na Índia. Não estou me referindo às castas e à religião, mas falando de um modo geral.
belaimagem
Talvez, você que veio do Brasil para a Índia, não ache isso tudo, mas para quem saiu do Japão direto para cá, a diferença é gritante e, por mais que não se queira comparar, fica difícil.
Mas, voltando ao assunto…há algumas línguas aqui na Índia, as quais, segundo alguns estudiosos, tendem a desaparecer daqui a alguns anos. Acredito que as línguas indígenas do país estejam nesta lista negra.
Realmente a diversidade que encontramos na Índia é incrível. É um tesouro, uma descoberta cultural a cada esquina.
Em homenagem à diversidade cultural, eu deixo aqui para vocês uma poesia de Gonçalo Agostinho intitulada Multiculturalismo.
culturaldiversity
A identidade humana:
Cultura, raça e diferença
Criada pelo conhecimento
E difundida pela crença.

De joelhos a pregar a crença
É ingente e poderosa, a religião
A força da lei divina
Que a obriga à Expansão.

Explosões de ideias
De imposição forçada
Tanques de defesa à poltrona,
De franqueza roubada.

Entrada restrita pela cor ou ideia
Sinal de saída retardada
Violência moral, imortal
Devido à fala riscada.

Em visão individual,
É o que cria o “cultural”,
Julgada pela imortal
Decisão,
Imutável, irrefutável.

– Gonçalo Agostinho

Um abraço e até a próxima!
by Tabibito

Anúncios

Um comentário sobre “A Índia e sua diversidade linguística

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s