Fazendo as malas – O sofrimento

DSCN2212 Como devo ficar ocupada nestes primeiros dias na terrinha nova, já deixei alguns posts preparados para vocês se entreterem enquanto eu não volto com mais novidades.

Faltando apenas alguns dias para eu me despedir do Japão, eis que havia chegado a pior parte: Arrumar as malas. Na verdade, o problema maior não é arrumar as malas e, sim, selecionar o que você vai colocar nela. No meu caso, a pior parte foi decidir o que levar e o que deixar. Depois de 6 anos morando fora e tendo me mudado umas 4 vezes só aqui no Japão, a gente aprende a ser bem desapegada às nossas coisas. No começo, claro, eu queria levar tudo, mas além de não dar e ficar caro, desta vez, estou de mudança para fora do país.

mala3

Há 1 mês comecei a arrumar as malas e achei que estivessem prontas. Mas, a cada mexida que eu dava na mala, mais coisa eu decidia jogar fora. Mas, porque jogar fora?? Não tem ninguém para você dar? – você deve estar se perguntando. Olha, na verdade, esta é uma das piores partes de se morar num país como o Japão. Eu tive que jogar fora centanas de peças de roupas, ainda novas, mas tudo isso, porque os chamados recycle shops daqui só aceitam roupas se forem de marca e, às vezes, se você usou apenas 1 ou 2 vezes. Então, percebi que a concepção que temos de coisa nova no Brasil é bem diferente da do Japão. Outro exemplo: Minha tv e geladeira. Eu as adquiri no ano passado, exatamente  1 ano atrás. Estão em ótimo estado.  Porém, aqui no Japão, elas são consideradas velhas. Há alguns recycle shops que compram, mas compram a preço de banana e nunca que você vai conseguir um preço próximo ao que você pagou.

mala2

Pois é….no Brasil, com certeza, a minha geladeira seria considerada nova.Tenho certeza de que na Índia também.

Enfim…com todos esses contratempos, não é mesmo fácil arrumar as malas e se desfazer das coisas.

E, acho que nós, mulheres, ainda sofremos mais com isso. Queremos levar sempre tudo. O creminho disso, o creminho daquilo, os esmaltes, a acetona, a escova, o secador, a pranchinha, etc. Fora, claro, todas as peças do guarda-roupa!

mala

Foi pensando nisso, que resolvi postar um vídeo interessante explicando como devemos selecionar nossas roupas para viajar. No exemplo do vídeo, a pessoa está indo de férias, o que não é o meu caso. Mas, a idéia geral, do que levar, é sempre válida para qualquer viagem. Vamos ver?

Mas, convenhamos…a pior parte é quando você precisa arrumar as malas para voltar. Aí, você percebe que comprou demais e agora não cabe mais nada na sua mala. Socorro! Uma boa pedida, é mandar por DHL e, a outra, que não chega a ser uma boa pedida, ainda é melhor do que pagar o excesso de bagagem.

Malas prontas, despachadas….agora é só ir para o aeroporto e embarcar!

Um abraço e até a próxima!

by Tabibito

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s