O Clube das esposas obedientes – Hein??

   obedientwives2
    Não que eu seja uma feminista de carteirinha, pois não sou, mas ultimamente, sem querer, tenho me deparado com alguns vídeos e documentários interessantes na internet falando sobre as mulheres em vários países aqui da Ásia. E, como estamos na semana na qual comemora-se o Dia Internacional das Mulheres, gostaria de mostrar a vocês alguns documentários interessantes.
 O 1º é sobre o Clube das Esposas Obedientes
O nome do clube é Odedient Wives Club. Quando vi o link para este vídeo, pensei: WTF?? Não aguentei de curiosidade e fui assistir.
wtf
 O vídeo faria qualquer feminista arrancar os cabelos.O Clube foi fundado na Malásia e tem como principal objetivo promover a harmonia da família ensinando as esposas a serem submissas a seus maridos.
   O quê?? Como? Tá louca? Que absurdo!Não acredito!Fala séeerio!
falaserio  Seja qual tenha sido a sua reação, lembre-se que a Malásia é um país muçulmano e se baseia, claro, nas leis e ensinamento do Corão. O grupo tem 3000 membros e atua não só na Malásia, mas também na Indonésia, Cingapura, Cazaquistão, Jordânia e Austrália e, tem planos de abrir, ainda esse ano, filiais na Inglaterra e França.
  Em outubro de 2011 o grupo lançou um livro bastante polêmico,chamado: O “Sexo islâmico, combatendo os judeus para que devolvam o sexo islâmico ao mundo”. O livro, além de outras pérolas, incentivava as esposas a satisfazerem todo e qualquer desejo de seu marido, e dizia que deviam ser melhores que prostitutas de luxo, pois assim, o marido não teria necessidade de procurar pelas profissionais do sexo. O livro foi banido na Indonésia e, até mesmo na própria Malásia!
seksislam
obedientwives1
    Só para vocês sentirem o nível da coisa, até mesmo o Conselho Islâmico Religioso de Cingapura criticou o livro severamente, dizendo que a felicidade no casamento estava muito além do sexo e do que uma esposa fazia para o marido neste quesito. Outros concordaram e ainda disseram que ser obediente, fiel e agradar o parceiro não é só um papel a ser exercido pela esposa, mas pelo casal como um todo.
  Na época do lançamento do livro, o grupo preparou até uma apresentação sobre o tema, glorificando o sexo islâmico e dizendo que muitas vezes o sexo islâmico é muito melhor que o sexo proibido dos judeus.
  Outras críticas feitas ao livro dizem respeito a parte que ele cita que o marido muçulmano deveria ter sexo grupal com todas as suas esposas. O clube, claro, diz que não e que quando se trata de sexo grupal, seria mais uma experiência sexual do que física. Ahan….e o coelhinho da Páscoa?
  A verdade é que o livro causou tanta polêmica, que em 2011 foi banido pelo governo islâmico. Então, quem quiser ler, deve entrar no clube, pois ele está disponível para seus membros.
 Recentemente, o grupo mudou seu escritório principal para Mecca, a famosa cidade sagrada, na Arábia Saudita.
obedientwivesmecca
O que será que a Jade acha disso tudo?
jadedadepressao2
     Chega de papo e…vamos ao video!
   
    E ai?Gostaram?
   Um abraco e ate a proxima!
        by Tabibito

 

Anúncios

3 comentários sobre “O Clube das esposas obedientes – Hein??

    1. Kakakaka!O livro eh tao, mas tao absurdo, que nem o proprio conselho islamico mandou tira-lo das prateleiras. Acho que o livro foi uma desculpa para praticar suas bizarrices sexuais, colocando claro, o nome de Deus na estória, para tudo parecer muito santo e a consciencia nao doer tanto.

      Curtir

  1. “(…) quando se trata de sexo grupal, seria mais uma experiência sexual do que física” – ahn, hein, cuma!? Como algo puramente sexual pode não ser físico!? Olha só a cara de tarado do tiozinho barbudo da capa do livro, credo!!

    Curtir

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s