Artista do dia – Tata Ulan (Quirguistão)

Tata Ulan – Artista, político ou religioso?

tata

Tata Ulan é o nome de um dos artistas mais famosos e polêmicos da sua terra, o Quirguistão.
Uma de suas marcas registrada é sempre se apresentar com o visual da foto acima.
Sim, ele nunca mostrou o rosto em público. Essa é uma jogada de marketing, sim, mas também, um jeito de ele poder soltar o verbo sem represálias.
Em uma de suas canções, Tata Ulan canta assim:
“O que o meu Quirguistão precisa? Vocês são muçulmanos! Vocês precisam de religião! O que meu Quirguistão precisa? Da pura língua do país, é isso que vocês precisam!”

Tudo isso, numa letra só. A canção onde ele diz tudo isso é a Ne Kerek , cujo vídeo está disponível abaixo.
Claro que soltando o verbo deste jeito, Tata tanto ganhou fãs de carteirinha, que compartilham das mesmas idéias nacionalistas ou simplesmente admiram sua originalidade, como também angariou a antipatia de muitos, que o acusam de ser nacionalista demais.

tataulan

Mas, ninguém consegue não esboçar alguma reação ao seu estilo musical e as letras de suas canções. Suas letras, em sua maioria, são uma constante crítica aos costumes, vestimentas e modismos que vêm do Ocidente e que vão contra o estilo de vida muçulmano. O engraçado é que apesar de criticar o ocidente constantemente, Tata justamente escolheu o rap, um ritmo nada asiático, como melodia para suas letras. Porém, para não dizer que está copiando o ocidente que ele tanto rejeita, Tata mesclou também vários ritmos tradicionais de sua terra, o que chamou a atenção da mídia.

Tata tem 31 anos, nasceu numa família de artistas e estudou teatro no prestigiado Insituto Shchepkin, em Moscou. Escreve todas as suas letras, produz suas canções e dirige seus próprios vídeos. Quando perguntado sobre a famosa máscara que usa, ele diz que o motivo principal é não ser destruído pelos elogios e reconhecimento, já que como sempre está com a máscara, quando sai às ruas, ninguém o reconhece e ele consegue levar uma vida normal. Segundo Tata, a mensagem principal de suas canções é a mensagem religiosa. No seu caso, o Islam. Ele defende com unhas e dentes o uso do hijab (o lenço usado pelas muçulmanas para cobrir os cabelos), tanto que em um de seus videos, ele está segurando duas bonecas: uma usando o hijab e outra com mini-saia e top, enquanto diz: “Uma moça do Quirguistão guarda a honra do país, a outra garota arruina.”

Em outra canção, ele detona com a Europa, chamando-a de pervertida por defender os direitos sexuais das minorias, o que, segundo ele, estaria aumentando o número de comunidades anormais, como homossexuais, transexuais e outros.

Além da questão religiosa, Tata também defende com unhas e dentes a língua de seu país. Sua 1a língua foi o russo, mas o língua tradicional do Quirguistão, ele aprendeu sozinho. Para aprender a língua de seu país, Tata diz que leu o Manas, o épico do Quirguistão. Segundo ele, ele nunca havia falado quirguistanês (será que é assim que se fala?) e não sabia como escrever o idioma Porém, ao começar a ler o Manas, ele imediatamente, começou a escrever o idioma.
Em relação ás críticas, Tata diz: “Só uma pessoa ignorante, que vive no meu pais, não fala a minha língua e não respeita a minha cultura pode dizer que eu sou nacionalista. Se você é do Quirguistão, você tem que saber a língua. Se você não sabe, como você pode escrever no seu passaporte que você é um quirguistanês?”
Seja pelo extremismo ou pela originalidade de suas composições, Tata é um artista que merece destaque. Vamos curtir alguns  vídeos do rapaz.

O polêmico Ne Kerek

Outro polêmico

Salam Krygyzstan

Aqui, o rapaz ao vivo, em um festival na Turquia


fonte: http://www.eurasianet.org

E aí, gostaram?

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s