Índia – Pequenos sustos

Antes de eu começar os posts contando como foi o meu primeiro dia na Incredible India, deixa eu contar algo engraçado que me aconteceu. Eu já tinha ouvido dizer que os indianos não faziam cerimônia e, era mais ou menos assim: suas coisas=minhas coisas e, que eles usavam na cara dura mesmo os pertences alheios.  Bem, estava Tabibito no aeroporto, esperando o vôo que a levaria até a Índia, mexendo em seu laptop, quando um indiano aparece e pergunta em hindi se poderia usar o laptop.

Como assim usar o meu laptop?? Se eu não tivesse lido antes que isso era algo comum, provavelmente, teria ficado chocada. Minha primeira reação foi: ”Cara, no Japão nunca ninguém me pediria se poderia usar meu laptop.” Mas, eu já tinha condicionado a minha mente a não comparar a Índia e os indianos com nada e nem com ninguém.Quando a gente compara, fica mais difícil de gostar do país e de assimilar a cultura. Então, eu virei pro rapaz e disse:-“ Ok, no problem. “. Afinal, ele disse que seria rápido.

Segundo susto: Ele me abordou em hindi. – “Será que eu pareço uma deles? Ou será que ele acha que o mundo todo fala hindi?”– pensei. Conforme os meus dias na ìndia foram passando eu percebi que a minha primeira suposição estava certa. Diferente de muitos estrangeiros e até de brasileiras que relataram ser o centro das atenções na Índia por serem muito diferentes, eu não senti em momento algum isso. Senti foi exatamente o contrário do que eu sinto no Japão. Aqui eu falo o idioma, leio, escrevo e eles sempre me abordam em inglês. Mas, na Índia, não. Com essa minha cara, tava todo mundo achando que eu era uma deles. Mas, o pior é que eu não falo hindi. Ou, pelo menos, o hindi que eu falo não pode ser considerado como uma língua, já que meu sobrinho de 2 anos tem muito mais vocabulário em hindi que eu. Hahahahaa…Um dia a gente chega lá.

Mas, foi engraçado passar o tempo todo sendo considerada indiana. A verdade é que depois de 6 anos morando no Japão, achei ótimo estar num local onde eu não chamo atenção nenhuma e as pessoas tem a mesma cara que a minha. Só complicava mesmo quando eles vinham falar em hindi comigo. Aí, eu era obrigada a dizer que não sabia falar hindi. Aí, eles levavam um susto e perguntavam de onde eu era. O pior é que muitos achavam que eu estava tirando onda, falando em inglês o tempo todo, como vi muitos indianos fazendo. Para mostrar que são ricos e cultos, eles ficam falando em inglês entre si o tempo todo. Ninguém merece. O dia que eu estiver falando hindi direitinho, só vou inglês quando não tiver jeito e, para aquelas palavras que precisam ser usadas em inglês. De resto, não quero saber de inglês!

Algo engraçado que aconteceu foi quando eu quis ir no banheiro num outlet e não estava achando. Aí, abordei uma funcionária e perguntei em inglês. Podia até gastar o hindi básico para perguntar, mas vai que ela respondia algo que eu não ia entender!!Então, achei melhor mandar em inglês mesmo. E, como estava apertada para ir ao banheiro, não queria ficar perdendo tempo, também. Quando perguntei em inglês, ela me olhou com uma cara tão brava e de desprezo, pois pensou que eu fosse mais uma indiana querendo aparecer. Ai, ai….

Nessa hora pensei:- “Realmente preciso aprender essa língua rápido, pois com essa cara aqui, ninguém vai ter piedade”. Hahahaa…Agora sei bem como meus colegas descendentes de japoneses se sentem aqui no Japão, com aquela carinha de japa e nenhuma habilidade na língua japonesa. Um abraço e até a próxima!!!!

 

5 comentários sobre “Índia – Pequenos sustos

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s