Existe preconceito no Japão?- parte 2

    Acho que esse tema caiu como uma luva, já que nas escolas do Japão está na semana de se falar sobre direitos humanos. Comecei, semana passada, abordando este assunto falando da indústria japonesa da moda, que investe pesado em modelos mestiças e estrangeiras. Mas, como na vida real é diferente, vamos ver se existe o preconceito aqui no Japão e, se sim, como ele acontece.

Antes de mais nada, quero apresentar alguns vídeos e falar de uma pessoa em especial. Seu nome é Debito Arudo. Debito, cujo nome se não me engano é David, é um americano que vive no Japão desde a década de 80. Hoje é casado com uma japonesa e tem 2 filhas e fala japones fluentemente. Porém, nem ele escapou do preconceito. Quando tentou ir com a família a um Onsen em Hokkaido, foi barrado e proibido de entrar por ser estrangeiro. Esse caso o revoltou bastante e, a partir daí, ele começou a trabalhar contra o preconceito aos estrangeiros aqui no Japão. Debito se naturalizou japonês após o incidente do Onsen e voltou lá com sua carteira de identidade japonesa. Porém, mesmo sendo reconhecido pelo governo japonês como japonês, ele foi proibido de entrar lá de novo, por ter cara de estrangeiro. Hoje, ele faz várias palestras pelo país e também no exterior e vive engajado em projetos relacionados aos direitos humanos.

Vamos assistir ao vídeo abaixo (áudio e legendas em japonês)onde Debito e outros contam suas amargas experiências aqui no Japão.

Outro vídeo dele, só que mais recente.

[http://www.youtube.com/watch?v=nLbl-2It1xw]

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s