Cuidado com o tarado!

O Japão é um país extremamente seguro e você pode se aventurar viajando sozinha por aí sem maiores problemas. Porém, muito cuidado ao ver esta placa:

チカンにご用心!!!

Não entendeu nada? Está escrito: Chikan ni go chuui! Ou, como esta na foto acima..Chikan ni go youjin. Ou seja: Cuidado com o tarado!
Tá rindo, é? É porque você ainda não teve o azar de encontrar um pela frente. No geral, acho que eles não fazem nada, mas começam a se masturbar na sua frente e é extremamente desagradável.
Eu já passei por esse perrengue umas 2 vezes até hoje e morri de medo. E, pensa que eu estava dando sopa de noite em algum parque sozinha? Nada disso. Foi à luz do dia mesmo! Chikan não tem hora pra atacar. Outro lugar que eles adoram atacar é nos trens lotados. Justamente por isso, há alguns anos atrás o governo decidiu inaugurar o vagão exclusivo para mulheres. Em horário de pico, é a melhor opção. Sabe como é….toque, carinho e abraço não são muito comuns na cultura japonesa. Então, quando o trem está lotado e rola aquele “calor humano”, os hormônios dos homens daqui entram em ebulição e…bom, o resto vocês devem ter aprendido na aula de biologia.

 

Vagão exclusivo para mulheres_Nagoya

Essa coisa do chikan parece piada, mas é algo meio doentio em algumas mentes. Apesar de eu não ser adepta deste tipo de filme, é impressionante a quantidade de filmes pornográficos japoneses envolvendo este tema. Sempre no trem. Ou seja…é um fetiche dos homens japoneses. E, de algumas mulheres também. Afinal, tem gosto pra tudo nesse mundo, né?
Aliás, só uma curiosidade: Você assistia os Changeman qando era criança? Se sim, deve se lembrar do Change Griphon, o Hayate, o mais bonito do grupo. Pois é…sabe que fim ele levou??? Virou chikan. Er, digo…virou ator pornô cujos filmes de maior sucesso giram em torno do tema….(adivinhem!) chikan!! Pois é…vida de ex-super herói não é moleza. Um abraço e até a próxima!

Dentro do vagão
Anúncios

2 comentários

  1. Minha primeira reação foi rir, sério o título foi engraçado, Já vi isto em animes e fiquei um pouco surpresa pela realidade se assemelhar á ficção, o que se faz nessas situações? O que você fez? Obrigada pelos posts descobri seu blog faz trÊs dias e gostei muito dele! beijos!

    Curtir

    • Oi, Débora!Obrigada pela visita e comentário! Pois é…a 1a vez que vi estas placas de “Cuidado com o tarado”, achei que fosse piada, mas depois vi que é um lado doente da sociedade japonesa. O que eu fiz quando me deparei com o tarado?Foi mais de uma vez, mas a 1a vez, eu lembro que minhas pernas tremiam, apertei o passo e ele me seguiu. Estava na frente do predio onde eu morava. Ele atravessou a rua junto comigo e comecou a falar umas coisas nojentas. Ai, eu gritei:- Eu nao falo japones!!!. E, entrei correndo no meu predio. Isso tem muito tempo (foi em 2001), mas se fosse hoje, acho que eu ia dar uns bons tabefes nele, viu!? Beijos.

      Curtir

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s